Menino de 11 anos tem o dedo amputado após ser vítima de racismo na escola

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Em Abertillery, no País de Gales, Raheem Bailey, de 11 anos, perdeu um dedo enquanto escalava uma cerca para escapar de agressões racistas que sofria dentro da escola. Segundo a BBC, o menino levou diversos socos e chutes de outros estudantes e sofreu o acidente ao tentar fugir da escola e da violência que sofria. Após seis horas de cirurgia, os médicos não conseguiram recuperar o dedo de Raheem. O caso aconteceu no último dia 17.

Angry Shantal Bailey, mãe do garoto, afirmou ao jornal Wales Online que seu filho sofria ataques racistas desde o ano passado, mas não imaginava o quão grave era o sofrimento de seu garoto.

Raheem está agora em casa com sua família, mas está lutando para entender o que aconteceu.  “Ele é incrível, mas está com muita dor”, disse sua mãe.

Às vezes ele começa a dizer ‘mamãe, eu não perdi meu dedo, eu estava apenas tendo um sonho muito ruim, estou tendo um sonho, certo?’ e tenho que trazê-lo de volta porque não quero mentir para ele e não quero fingir“, conta Angry.

Foto: Arquivo de família

LEIA TAMBÉM: Sergipe tem aumento de 22% nas denúncias de injúria racial e racismo nos últimos 2 anos

Eu tenho que ter uma conversa gentil e direta com ele, apenas deixando-o saber que isso aconteceu e temos que olhar para frente. Estou grata e feliz por ele estar vivo. Na verdade, ele disse que estava preocupado e pensou que poderia ter morrido, ele simplesmente não conseguia escapar, não importa o que fizesse.“, diz a mãe.

Angry disse em entrevista à BBC de Londres que estava “chocada” com a escola que até agora não a procurou: “A escola não entrou em contato comigo uma vez, não tentou entrar em contato para ver como Raheem está“.

No início do ano letivo, Bailey contou que um aluno disse a Raheem que ele veio de um “país pobre” e ela relatou isso à escola. Desde então, seu filho mencionou incidentes “aqui e ali”, mas ela sentiu que seu filho estava “segurando a dor que estava sentindo“.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.