Taxa de desemprego atinge 14,8 milhões de brasileiros e é considerada recorde

APOIE O NOTÍCIA PRETA

A chegada da pandemia do coronavírus (COVID-19) afetou as atividades econômicas, e, principalmente, o mercado de trabalho. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), a taxa de desemprego atingiu um recorde, marcando cerca de 14,7% no primeiro trimestre do ano. Desta porcentagem, resulta em 14,8 milhões de brasileiros desempregados.

Dentre os dados expostos, são cerca de 18.346 negros e cerca de 97.283 pardos que não estão atuando no mercado de trabalho, desse quantitativo a maioria são mulheres com idades de 25 a 39 anos. Os números integram a Pesquisa Nacional por Amostras de Domicílios Contínua (PNAD), iniciada em 2012 e publicada mensalmente.

Leia também: Negros, nordestinos e mulheres são as maiores vítimas do desemprego na pandemia

Anteriormente, o levantamento tinha apontado que a taxa de desemprego estava em 14,4% atingindo assim, 14,4 milhões de brasileiros. Vale ressaltar que o IBGE considera como desempregado, pessoas que efetivamente procuraram emprego nos últimos 30 dias anteriores à realização da pesquisa.

APOIO-SITE-PICPAY

4 Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.