Designer carioca lança marca de camisetas com frases de empoderamento negro

Uma das blusas da coleção (Crédito: Divulgação)

“Eu não sou racista, tenho até uma camisa branca”, “Negro de alma negra” e “Racismo reverso non existe” são algumas das frases possíveis de encontrar nas camisas da Negrei, marca lançada por Rafael Lima, 28 anos, em dezembro de 2018. O objetivo do designer era provocar incomodo e também de empoderar quem está usando.

“Eu percebi que há várias marcas produzindo blusas com frases, mas poucas com essa pegada negra, que retratasse o que estamos falando nas nossas rodas de conversa, no nosso dia a dia. A camiseta vira um outdoor, com uma finalidade de inquietar quem vai ver a camisa, caso não concorde. Porque talvez a pessoa diga aquilo que está na camisa ou acha que a nossa
reclamação é mimimi. As blusas farão cair por terra essas argumentações
idiotas”, conta Rafael, que também é responsável por outra marca, a Don
Baobah
.

Rafael Lima é o designer responsável pela marca (Crédito: Divulgação)

“Essa eu criei em 2016, foi meu projeto de final da graduação e ela tem
uma pegada de estampas exclusivas, tiragem limitada, slow fashion e muita
gente branca usa. Por isso senti a necessidade de criar uma outra para
lançar as blusas unissex voltadas para o público negro. Mas nada impede que um branco compre, porque eu vendo blusa, não vendo bom senso”.

O nome Negrei é não só a aglutinação das palavras “negro” e “rei”, como a
conjugação do verbo “negrar”.

“Estamos dando um outro significado para as palavras, entrando na vertente do empoderamento que estamos vivendo. As pessoas já estão falando: ‘ontem eu negrei na festa’; ‘tô negrando demais’”, comenta Rafael Lima, que continua: “Mas temos também frases mais provocativas, em que trato situações racistas com deboche e que podem gerar uma inquietação. Algumas pessoas ficarão mastigando, outras puxarão assunto, o que pode iniciar uma conversa”.

Camiseta é voltada para o público negro (Reprodução/Instagram)

Neste momento de lançamento, é possível encontrar no site blusas com nove estampas diferente, que, segundo o designer, estão com uma ótima aceitação, tanto que o estoque está sendo renovado. Aos poucos, o empresário  conta que lançá outras frases.

“Vamos passar por um momento apertado, a Negrei chegou num momento
propício. A gente precisava de um meio de passar uma mensagem sem abrir a boca”, ponta o designer Rafael Lima.

Lídia Michelle Azevedo

Formada em Comunicação Social - Jornalismo pela UFRJ, em 2009, já passou pelas redações do Jornal dos Sports, Assessoria de Imprensa do IBDD (Instituto Brasileiro dos Direitos da Pessoa com Deficiencia) Revista Ferroviária, Expresso, Extra, Canal A e atualmente está na assessoria de comunicação da Fundação Cecierj.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: