Ensaio fotográfico valoriza autoestima do povo negro

Com o objetivo de exaltar a beleza negra e valorizar a aceitação do próprio corpo, um grupo de mulheres decidiu montar um coletivo e realizar ensaios fotográficos gratuitos apenas com pessoas negras. Assim nasceu o “Entre Pretos”, em agosto de 2017, no Rio de Janeiro. Em 1 anos e 3 meses de existência o projeto já fotografou mais de 100 pessoas, de todos os gêneros e idades.

Gabriela Alves, idealizadora e fotógrafa do projeto

“Muitas das pessoas fotografadas não se sentiam bonitas, achavam que o padrão de beleza era o do branco. Ao encontrar com outros negros durante os ensaios, elas começaram a ver o quanto são lindas e entenderam que as pessoas têm que enxerga-las como elas são. Ninguém precisa clarear para chamar atenção”, explica a fotógrafa e jornalista Gabriela Alves, idealizadora do projeto.

O ‘Entre Pretos”  recruta seus modelos através do Instagram (@projetoentrepretos). Nenhum valor é cobrado pelos ensaios que normalmente contam com 12 participantes: “Disponibilizamos cinco fotos individuais de cada modelo e três em grupo. “Totalizando oito fotos para cada pessoa que faz o ensaio”, explica Gabriela. O coletivo, que se prepara para atuar como uma agência de modelos negros, conta com apoio de empresas parceiras que cedem peças de suas marcas para os ensaios e têm seus produtos divulgados pelas fotos pelo projeto.

Neste momento o ‘Entre Pretos’ recruta 12 crianças com idade entre 4 e 6 anos para dois ensaios (dezembro e janeiro).  Os interessados devem entrar em contato com o projeto pelo perfil do Instagram do coletivo.

Thais Bernardes

Formada em jornalismo pelo Institut français de Presse-Université Panthéon-Assas, em Paris e com especialização em audiovisual pelo Institut Pratique de Journalisme (IPJ), também na França, Thais Bernardes é jornalista, assessora de imprensa e idealizadora do portal Notícia Preta, um site de jornalismo colaborativo. Antes de concluir seus estudos na Europa, Thais cursou Relações Públicas na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), onde ingressou através do sistema de cotas. Após atuar como produtora no canal de TV France 2, em Paris, foi repórter no Jornal Extra, na rádio BandNewsFM e coordenadora de Comunicação da Secretaria de Estado de Direitos Humanos do Rio. Em novembro de 2018 a jornalista decidiu criar o portal Notícia Preta como forma de combater, através do jornalismo, o racismo e as desigualdades sociais.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: