Mulher é presa em Praia Grande após ofensas racistas: “como eu detesto senzala, macaco fedorento”

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Uma mulher foi presa em flagrante em São Paulo, após ofensas racistas dentro do ônibus da linha 11, em Praia Grande no último sábado (10).

Em entrevista ao G1, o homem ofendido que não quis ser identificado, conta que estava junto com a esposa, quando a mulher começou a insultar. “Eu olhei sem entender e, quando virei para trás, a moça simplesmente, gratuitamente, me olhou e falou é com você que estou falando mesmo seu macaco “comenta.

O homem questionou se a mulher estava falando com ele, e a mesma reafirmou tudo que tinha dito. “Macaco. Como eu detesto senzala, macaco fedorento, fede macaco. Tu não presta, tu é preto da senzala, negreiro, crioulo fedido “, diz a mulher. Ela ainda chamada ele de vagabundo, e manda o homem retirar os óculos e ir catar papelão.

Após o ato racista, a mulher quis descer do coletivo, como se nada tivesse acontecido, mas o homem ofendido e sua esposa não permitiram. O casal foi ao motorista e pediu para que ele parasse o veículo, e solicitou que os passageiros chamassem a polícia, pois estavam sem o celular. A agressora ainda disse que quando a polícia chegasse ”prenderia ele porque é preto, macaco da senzala e tem que estar na cadeia”.

Parte das ofensas racistas foram registradas por um passageiro do ônibus e publicada nas redes sociais.

O auxiliar de serviços gerais, Josafa Almeida presenciou os ataques, e ficou chocado com tudo que viu, disse que o homem aguentou firme a todos os ataques, que iam de “macaco”, “negrinho da senzala” a “ladrão”. Enquanto os passageiros ligavam para a polícia a mulher continuava xingando.

A mulher foi presa em flagrante e levada para a Delegacia Sede de Praia Grande, onde o crime foi registrado como injúria racial. A polícia ouviu os envolvidos diretamente no caso e os passageiros que estavam no coletivo.

APOIO-SITE-PICPAY

Fernanda De Souza

Graduada em jornalismo pela Centro Universitário Uni-BH, com 7 anos de experiência com Monitoramento de Notícia (Clipping Eletrônico). Atuação na elaboração de análises quantitativas e qualitativas que atende as necessidades da assessoria de comunicação.Vivência com produção e reportagem para revista, na área cultural.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.