BBB 21: Delegacia de Crimes Raciais abre investigação para apurar declarações de Rodolffo

APOIE O NOTÍCIA PRETA

A Polícia Civil do Rio de Janeiro abriu inquérito para apurar as imagens do “Big Brother Brasil” 21 e as declarações de Rodolffo onde o sertanejo aparece comparando o cabelo do professor João Luiz a uma peruca de homem das Cavernas.

O caso aconteceu no último sábado (03), quando o cantor recebeu a fantasia do monstro junto com seu parceiro Caio. Na noite desta segunda-feira (05), durante a dinâmica chamada ‘Jogo da Discórdia’, no qual os participantes precisavam indicar quem era o melhor e o pior jogador e também quem estava jogando sujo. O professor mineiro disse que Rodolffo estava jogando sujo e explicou o motivo: “Você viu como era a peruca do Monstro? Rodolffo colocou a peruca na cabeça e falou assim: ‘Meu cabelo está quase igual ao João'”, disse o professor.

Sem se desculpar o cantor reafirmou o que havia dito antes: “Se todo mundo observou como que era a peruca do monstro, acredito eu que é um pouco semelhante”.

declarações de Rodolffo

João prosseguiu: “Às vezes vira tão corriqueiro, mas não é algo que eu consigo acostumar. Nunca me acostumei com isso. É algo que sempre toca na minha ferida. E nesse caso tocou. É muito específico pra mim. Não é algo somente estético. É algo do meu autoconhecimento, da minha autoaceitação, é de eu descobrir que isso aqui é bonito”, finalizou.

Chorando e bastante nervoso, João Luiz disse que não era um desenho animado e foi acolhido por colegas do reality. “Eu não sou a Pedrita”, disse o mineiro. “O mínimo é pedir desculpas”, soltou Pocah ressaltando que as desculpas deveriam ser para todos.

O sertanejo tentou se justificar dizendo não ser preconceituoso pois, seu pai também tem um ‘cabelo parecido com o do João’, por ter uma tia negra e que cresceu com essas falas. “O cabelo do meu pai é exatamente igual ao do João, você acha que eu faria com essa intenção?”. Ele ainda tentou se justificar informando que o cabelo dele é alisado.

Camilla de Lucas rebateu dizendo que o cantor, por ser jovem e ter acesso à internet, poderia ter se informado sobre o quão ofensivo é esse tipo de comentário para quem tem cabelo crespo.

APOIO-SITE-PICPAY

Thais Bernardes

Formada em jornalismo pelo Institut français de Presse-Université Panthéon-Assas, em Paris e com especialização em audiovisual pelo Institut Pratique de Journalisme (IPJ), também na França, Thais Bernardes é jornalista, assessora de imprensa e idealizadora do portal Notícia Preta, um site de jornalismo colaborativo. Antes de concluir seus estudos na Europa, Thais cursou Relações Públicas na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), onde ingressou através do sistema de cotas. Após atuar como produtora no canal de TV France 2, em Paris, foi repórter no Jornal Extra, na rádio BandNewsFM e coordenadora de Comunicação da Secretaria de Estado de Direitos Humanos do Rio. Em novembro de 2018 a jornalista decidiu criar o portal Notícia Preta como forma de combater, através do jornalismo, o racismo e as desigualdades sociais.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.