‘Olhos Que Condenam’ expõe o racismo no caso que ficou conhecido como Central Park Five

APOIE O NOTÍCIA PRETA

A história de cinco jovens negros americanos condenados injustamente de terem estuprado uma mulher branca é retratada na série dramática Olhos Que Condenam (When They See Us), da diretora Ava DuVernay, que estreou na última sexta-feira (31) , na Netflix.

A história mobilizou os EUA em abril de 1989. Uma mulher que praticava corrida à noite foi espancada e estuprada no Central Park, em Nova York. Na mesma noite, um grupo de jovens negros circulava pelo parque. Alguns deles, porém, arrumaram confusão e a polícia foi acionada. Muitos desses adolescentes não se conheciam entre si – eles foram se juntando ao grupo, que passou pelas ruas e foi seguido por eles. No parque, os policiais saíram violentamente à caça dos meninos, que foram levados à delegacia.

Olhos Que Condenam (When They See Us) Foto: Netflix

Quando chegou a notícia de que uma mulher branca havia sofrido estupro, as acusações recaíram sobre cinco rapazes do Harlem: Antron McCray, Kevin Richardson, Yusef Salaam, Raymond Santana e Korey Wise. Os jovens foram obrigados a confessar um crime que não cometeram e foram condenados injustamente. Um caso típico de racismo, manipulação policial e erro da Justiça.

Os jovens foram absolvidos em 2002 e receberam indenização da cidade de Nova York em 2014. A confissão de um estuprador em série e exames de DNA contribuíram para esse desfecho. 

A séria conta com 4 episódios e a produção executiva de Oprah Winfrey e Robert De Niro. Esta é uma nova parceria de Ophah e Ava, que já haviam trabalhado juntas no filme Uma Dobra No Tempo (2018). Também fazem parte do elenco Michael K. Williams, Vera Farmiga, John Leguizamo, Niecy Nash, Christopher Jackson e Joshua Jackson.

O lançamento da série contribuiu para que entidades americanas se mobilizassem prometendo promover uma campanha de apoio ao movimento de reforma da justiça criminal.

APOIO-SITE-PICPAY

1 Comment

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.