Pela primeira vez, Festival de Arte Negra de Belo Horizonte terá edição híbrida; inscrições já estão abertas

APOIE O NOTÍCIA PRETA

A 11ª edição do Festival de Arte Negra de Belo Horizonte (FAN-BH) deste ano será no formato híbrido, ou seja, presencial e online. A mudança inédita é por conta da pandemia da Covid-19. Artistas, grupos e coletivos interessados em compor a programação têm até o próximo dia 22 de outubro para fazer a inscrição.

O tema escolhido neste ano serão “as conexões culturais entre Brasil e África, mais especificamente das influências da cultura bantu na formação da identidade brasileira e suas relações com Minas Gerais.”

Na última edição, realizada em 2019, o eixo de reflexão foi “Território Memória”, reunindo 150 atividades e um público de mais de 25 mil pessoas, segundo a PBH. Na época, a programação levou a diversos palcos da cidade 510 artistas – 330 de Minas Gerais e 180 de outros 10 estados e países como Alemanha, Gana e Senegal.

“A realização do FAN BH em 2021 reafirma o compromisso da Prefeitura de Belo Horizonte com o setor cultural e artístico, se somando às diversas políticas públicas municipais de cultura promovidas na cidade, adaptadas diante do desafiador contexto da pandemia de Covid-19. Diante do avanço da vacinação e da melhora dos índices da pandemia na cidade, estamos com uma boa expectativa de que o Festival será um marco no sentido de proporcionar à população a possibilidade de fruição de atrações culturais diversas e totalmente gratuitas também no modelo presencial, que seguirão, evidentemente, todos os protocolos de prevenção vigentes na nossa cidade”, disse, por meio de nota a secretária municipal de cultura e presidenta interina da Fundação Municipal de Cultura, Fabíola Moulin.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.