Empreendedor social cria aplicativo para ajudar pessoas que sofrem de depressão

APOIE O NOTÍCIA PRETA
Eliezer Manoel Foto: Divulgação

O técnico de Informática e empreendedor social Eliezer Manoel criou uma rede de apoio emocional anônima, a Hug.u. A rede também possui um aplicativo, que leva mesmo nome, lançado no ‘Setembro Amarelo’ deste ano. Sobre o aplicativo, o criador explica que a finalidade é ser um canal gratuito e acessível para as pessoas que sofrem de depressão, ou outros transtornos psicológicos, se ajudarem. 

“O Hug.u tem a proposta de ser um canal de tecnologia acessível para compartilhamento de emoções reais para fins de desabafo e apoio emocional mútuo, ou seja, uma rede aberta onde todos podem se conectar de forma anônima prestando uma palavra de apoio uns aos outros”-  afirma. 

Eliezer conta que a ideia surgiu durante o convívio com um amigo que tinha depressão. Para desenvolver o aplicativo, além de usar seus conhecimentos na área da informática, ele contou com o auxílio de programadores e de uma amiga psicóloga. 

De acordo com um levantamento feito pelo do Ministério da Saúde (MS), seis em cada dez jovens (de 10 a 29 anos) que cometem suicídio, são autodeclarados negros. Uma cartilha de  Óbitos por Suicídio entre Adolescentes e Jovens Negros, lançada pelo MS, revelou que entre os anos de 2012 e 2016 o número de casos suicídio de negros aumentou 12%.

Em fevereiro, o projeto foi um dos dez selecionados pelo programa de pré-aceleração de Startup do Sebrae SP. Ainda, fez parte da seleção IdeAção Tech da empresa americana BlackRocks. Segundo Eliezer, a função do aplicativo é ser mais uma ferramenta no combate aos inúmeros casos de ansiedade, depressão e suicídio entre jovens. Apesar do lançamento recente, Eliezer garante que o Hug.u vem obtendo resultados positivos. 

“Tivemos um retorno positivo até o momento, o projeto é novo, desafiador porque trabalha com um tema que ainda é um tabu, procuramos de forma detalhada saber como entregar a nossa proposta dentro desse intuito social”. 

APOIO-SITE-PICPAY

Louise Freire

Jornalista e apaixonada por livros. Concluiu sua graduação em 2016 e no mesmo ano estagiou em uma revista. Participou da produção de um programa da TV Brasil e trabalhou como produtora audiovisual.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.