Músico Nego Dé morre de suspeita de Covid-19 duas semanas após dizer que estava curado de pneumonia

APOIE O NOTÍCIA PRETA

O músico Nego Dé morreu na manhã do último domingo (3), aos 41 anos, em Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio de Janeiro. André Henrique de Souza estava em tratamento de uma pneumonia desde março, mas foi internado em um hospital municipal da região no último final de semana. No atestado de óbito, consta a suspeita de Covid-19. Em entrevista para o site G1, a família de Nego Dé afirma que o teste foi feito após o óbito e que aguarda o resultado.

No dia 14 de abril, o músico postou um vídeo em uma rede social dizendo que estava curado e agradecendo ao apoio dos amigos e da equipe médica, após mais de 20 dias de tratamento.

O músico Nego Dé se recuperava de uma forte pneumonia (Foto: Arquivo pessoal)

“Passando para dizer que tô curado, tô vivo, tá? Tô em Nova Friburgo. Não fui internado. Fui super bem recepcionado no Hospital Raul Sertã pelo doutor Matheus Lima. Nesses dias fui monitorado pela doutora Lúcia Rebel, doutora Maria Lina e por todos os meus amigos que fizeram correntes de orações para que eu saísse dessa. Foram 20 dias e mais um pouco de muita luta difícil, dolorosa, cansativo, mas vi quantas mensagens de pessoas que gostam de mim e tô passando aqui para agradecer, tá? Tô em casa, tô bem e já já estaremos juntos. Papai do Céu abençoe. Muito obrigado, muito obrigado”, declarou Nego Dé.

A irmã de Nego Dé afirmou que o músico estava havia meses se tratando de uma forte pneumonia que originou em um caso de água na pleura, o que teria causada a morte. Andrea Henrique de Souza ainda ressaltou que a causa da morte de seu irmão ter sido em decorrência do coronavírus é apenas uma suspeita. O músico deixa uma filha de 7 anos que mora na Argentina.

Carreira

Nego Dé, 41 anos (Foto: Arquivo Pessoal)

Nego Dé era um notável talento e se apresentou em várias partes do Brasil e da Argentina. Em 2011, o cantor saiu de Nova Friburgo para se apresentar pelas cidades de Paraty (RJ), Balneário Camboriú (SC), Bombinhas (SC), Concórdia (província de Entre Rios – Argentina), Universidade de Belas Artes de La Plata (capital da província de Buenos Aires – Argentina) e na FIT (feira internacional de turismo – Palermo, Buenos Aires), onde dividiu o palco com o músico e produtor Luiz Meira.

Nego Dé também já participou de grandes shows, acompanhando artistas como Cássia Eller, Jerry Adriani, Heverton Castro (The Voice Brasil), Airton Ramos (cover do Raul Seixas) e o grupo Nó Cego. Em fevereiro desse ano, Nego Dé foi uma das principais atrações do Festival de Verão Sesc, em Rio das Ostras, na Região dos Lagos do Rio.

APOIO-SITE-PICPAY

Thais Bernardes

Formada em jornalismo pelo Institut français de Presse-Université Panthéon-Assas, em Paris e pelo Institut Pratique de Journalisme (IPJ), também na França, Thais Bernardes é jornalista, fundadora e CEO do portal Notícia Preta e podcaster do Canal Futura. Antes de concluir seus estudos na Europa, Thais cursou Relações Públicas na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), onde ingressou através do sistema de cotas. Após atuar como produtora no canal de TV France 2, em Paris, foi repórter no Jornal Extra, na rádio BandNewsFM e coordenadora de Comunicação da Secretaria de Estado de Direitos Humanos do Rio. Em novembro de 2018 a jornalista decidiu criar o portal Notícia Preta como forma de combater, através do jornalismo, o racismo e as desigualdades sociais.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.