Internautas protestam contra mais um caso de racismo no BBB 2020

APOIE O NOTÍCIA PRETA
(foto:reprodução)

Em uma conversa realizada na madrugada desta quarta-feira (4), os participantes Daniel Lenhardt e Marcela Mc Gowan falavam sobre Babu Santana. O conteúdo da conversa foi considerado racista, o que fez com que a hashtag “Babu não é escravo” estivesse entre os assuntos mais comentados nas redes sociais.

O caso ocorreu durante um lanche na cozinha da casa, onde o casal estava na companhia de outros participantes. A médica estava na “Cozinha VIP”, quando levantou a possibilidade de tirar o ator da “Xepa”, área mais pobre da casa. “Eu te juro, se a convivência não fosse tão difícil, eu tiraria ele da xepa. Por respeito, sabe? Por estar lá tanto tempo. Por humanidade. Mas trazer para cá para arrumar confusão?”

Flayslane, então, pergunta: “Será que vale o teste?”. “Não sei se está merecendo”, responde Marcela, recebendo apoio dos colegas de confinamento. Logo depois a participante sugere uma “solução”: “Ou a gente põe no paredão e daí ele sai e pode comer o que quiser”.


E o comportamento racista não para por aí. Em outro momento, os participantes debocharam dos hábitos de limpeza de Babu. Enquanto riam da situação, o participante Daniel, namorado de Marcela, afirma que não vê a “imagem” de Babu no VIP: “E a imagem dele (Babu) só vejo lá (na Xepa) agora, aqui (no VIP) não vejo a imagem dele”, afirmou o participante.

Alguns fãs do programa disseram que Marcela havia afirmado que levaria Babu para a cozinha VIP para “arrumar a cozinha”, o que reforçaria o cunho racista. Mas em um vídeo divulgado é possível ouvir a participante dizer que ele “arrumaria confusão”.


As declarações geraram revoltas nas redes sociais. Muitos internautas reforçaram que a médica conhecida como “fada sensata” e até então uma das favoritas para ganhar o prêmio, estaria sendo desmascarada por conta de seu comportamento.

No Twitter, e eu perfil oficial, Marcela se defendeu dos ataques: “Calunia e difamação são crimes. Todos deveriam tomar cuidado com ataques que ferem a honra e a reputação dos participantes com fins difamatórios. Não vamos permitir isso e ataques graves deverão ser respondidos na Justiça.”

APOIO-SITE-PICPAY

Thais Bernardes

Formada em jornalismo pelo Institut français de Presse-Université Panthéon-Assas, em Paris e pelo Institut Pratique de Journalisme (IPJ), também na França, Thais Bernardes é jornalista, fundadora e CEO do portal Notícia Preta e podcaster do Canal Futura. Antes de concluir seus estudos na Europa, Thais cursou Relações Públicas na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), onde ingressou através do sistema de cotas. Após atuar como produtora no canal de TV France 2, em Paris, foi repórter no Jornal Extra, na rádio BandNewsFM e coordenadora de Comunicação da Secretaria de Estado de Direitos Humanos do Rio. Em novembro de 2018 a jornalista decidiu criar o portal Notícia Preta como forma de combater, através do jornalismo, o racismo e as desigualdades sociais.

1 Comment

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.