Hamilton responde a Piquet: “Houve muito tempo para aprender”

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Na manhã desta terça-feira (28), o piloto Lewis Hamilton respondeu em português as falas racistas do ex-piloto Nelson Piquet que repercutiram em um vídeo de 2021, que viralizou nas redes sociais no último final de semana. No vídeo, Piquet se refere a Lewis como “neguinho”.

“Chegou a hora da ação” Hamilton responde a Piquet – Foto: Reprodução/ Twitter

Em sua página no twiiter, Hamilton respondeu a um seguidor que sugeria: “If Lewis Hamilton just tweeted ‘Who the (palavrão) is Nelson Piquet? ’ then closed twiiter?”, algo como: “E se Lewis Hamilton twittase ‘E quem é Nelson Piquet? ’ e fechasse o twitter?”. O piloto inglês que se tornou cidadão honorário do Brasil no início deste mês de junho respondeu a mensagem questionando: imagine se eu fizesse isso? E rebateu em seguida em português: “Vamos focar em mudar a mentalidade”.

“É mais do que linguagem. Essas mentalidades arcaicas precisam mudar e não têm lugar no nosso esporte. Eu fui cercado por essas atitudes e fui alvo de minha vida toda. Houve muito tempo para aprender. Chegou a hora da ação”, Hamilton responde a Piquet em sua rede social. O piloto que sempre demonstrou seu amor pelo Brasil e atua efetivamente contra o racismo no esporte possui uma organização dedicada a incentivar a presença de pessoas negras no automobilismo, esporte majoritariamente dominado por brancos. Em novembro de 2021 quando venceu o GP Brasil Hamilton carregou consigo a bandeira nacional em homenagem a Ayrton Senna, a quem ele considera o seu maior ídolo.

No vídeo divulgado, o ex-piloto Nelson Piquete criticou o fato de Hamilton não ter tirado o pé do acelerador na primeira volta do Circuito de Silverstone. “O neguinho meteu o carro e não deixou [o outro piloto desviar]. O Senna não fez isso. O Senna saiu reto. O neguinho deixou o carro porque não tinha como passar dois carros naquela curva. Ele fez de sacanagem. A sorte dele foi que só o outro se fui** [Verstappen]. Fez uma put* sacanagem”, disse Piquet.  Apesar da crítica direcionada a Hamilton, Piquet parece esquecer ou ignorar que o filho dele o piloto popularmente conhecido como Nelsinho Piquet fez uma manobra semelhante em 2008 e prejudicou o piloto brasileiro Felipe Massa, garantindo inclusive a vitória de Lewis Hamilton por um ponto de diferença naquele campeonato.

Em 2008 Nelsinho Piquet largou na 18° rodou e bateu na curva 17, em uma ação orquestrada pela Renault equipe em que o piloto corria junto a Fernando Alonso para forçar a entrada do carro de apoio na corrida, e tentar garantir a vitória do espanhol. Em entrevista a Folha de S.Paulo em 2021, Massa que largou a F1 e hoje corre pelo Stock Car disse que aquela corrida é a “frustração maior” que ele tem na minha vida como piloto e atribui à manobra de Nelsinho Piquet a perda do título daquele ano. O Piquet filho chegou a ficar em primeiro naquela corrida, mas foi ultrapassado por Hamilton nas últimas voltas.

Lewis Hamilton é considerado um dos maiores pilotos da Fórmula 1, está empatado com Michael Schumacher como o maior campeão da categoria, com sete campeonatos conquistados aos 37 anos de idade. O piloto, cidadão honorário do Brasil, é recordista em vitórias e pole positions na Fórmula 1.  Nelson Piquet figura na oitava posição do Hanking com três campeonatos.

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Nayara Souza

Jornalista e pesquisadora. Amefricana aprendiz de escrevivências.

8 Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.