Acordo entre CNJ, Faculdade e ONG fiscalizará cotas nos cartórios

APOIE O NOTÍCIA PRETA

O Movimento AR e a Faculdade Zumbi dos Palmares assinaram essa semana um acordo com o CNJ (Conselho Nacional de Justiça) para fiscalizar as cotas nos cartórios brasileiros, a principio 20% das vagas serão destinadas a negros.

De acordo com o ministro Luiz Fux, presidente do CNJ e do STF (Supremo Tribunal Federal), este acordo auxiliará as instituições a entender as necessidades e como os selecionados estão atuando em seus cargos. Não será necessário mudança de função de nenhum funcionário atual, a faculdade junto a ONG apresentará as necessidades e o CNJ, sua disponibilidade.

cotas nos cartórios

As cotas nos cartórios foram designadas após um pedido do Educafro ao CNJ. Os Cartórios são um departamento público ou privado que possui documentos e registros para tornar de conhecimento público essas ações e atualmente empregam 125,7 mil pessoas.

Depois desse acordo, a expectativa de José Vicente, reitor da Zumbi dos Palmares e um dos líderes do Movimento AR, é que, em dez anos, 30 mil vagas serão destinadas a cotistas.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.