Em 1 mês, 39 países africanos foram afetados pela Covid-19, admite diretora regional da OMS: “evolução gravíssima”

APOIE O NOTÍCIA PRETA
Matshidiso Rebecca Moeti alerta sobre os cuidados com países africanos durante a pandemia de Covid 19 – Foto: Afrika News

A diretora regional da Organização Mundial da Saúde (OMS) para a África, Matshidiso Rebecca Moeti, alertou, em uma entrevista ao canal France24, sobre a “evolução gravíssima” da epidemia de Covid-19 no continente africano. Em um mês, havia um país afetado, hoje são 39 nações. “Há um mês havia somente um país na região africana, ou seja, África subsariana e Argélia. Depois de duas semanas, eram cinco países com 50 casos. Agora, há dois ou três dias, temos 39 países com cerca de 300 casos por dia”, explicou Matshidiso.

A diretora disse que hoje há 2.234 casos. “A situação é muito preocupante com uma evolução gravíssima: um aumento geográfico do número de países e, também, um aumento do número de casos infectados”, declarou a responsável regional da OMS. Ela também pediu que os países africanos “intensifiquem todas as ações, com o apoio da OMS e dos sócios”, insistiu.

Moeti também lembrou que as condições precárias em que vivem muitos africanos dificulta o combate à Covid-19. Atualmente, 258 milhões de pessoas vivem no continente africano sem acesso a água e sabão. “É certo que em muitos lares africanos vivemos em famílias numerosas. Às vezes, é muito difícil para todos terem seu próprio quarto. Há uma vida comunitária muito forte. Devemos encontrar outros meios de higiene para minimizar a propagação do vírus”, destacou.

APOIO-SITE-PICPAY

Jersey Simon

Jornalista, especialista em Comunicação estratégica, empreendedor. Na luta por um Reino de Justiça e paz.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.