Ícone do site Notícia Preta

Trabalhadores do Morro do Macaco recebem ajuda de fotógrafo para cadastro no auxílio emergencial

APOIE O NOTÍCIA PRETA
O fotógrafo registra a comunidade pelas suas lentes e auxilia moradores com dificuldades tecnológicas – Foto: Marcos Batata

Por Ana Caroline Fagundes

O fotógrafo Marcos Santos Silva está auxiliando os vizinhos que não têm acesso à internet ou são analfabetos para fazerem o cadastro do auxílio emergencial. O morador do Morro do Macaco, Grande São Paulo, estudou todas as etapas do processo para ajudar desempregados, analfabetos e mães solo que vivem na comunidade. “Eu fui tentar entender a lei da forma mais prática para poder passar para os possíveis beneficiários desse programa”, conta o fotógrafo de 38 anos.

Para manter o isolamento social e ainda assim ajudar, os interessados enviam fotos dos documentos pelo Whatsapp para que Marcos Batata, como é conhecido, faça o processo pelo computador pessoal ou celular. Mais de 10 pessoas já foram cadastradas por ele seguindo esse sistema e outras o procuram para tirar dúvidas.

 Quem tem direito ao benefício:

O cadastro para o auxílio emergencial foi aberto na terça-feira (7) para trabalhadores informais, autônomos, MEIs e desempregados. O benefício fornece proteção emergencial no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do Coronavírus (R$600,00) por três meses.

O valor é garantido para até duas pessoas da mesma família que tenha renda mensal per capita (por pessoa) de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal total (tudo o que a família recebe) de até três salários mínimos (R$ 3.135,00).

Para se cadastrar, é preciso baixar o aplicativo ou entrar no site do Auxílio Emergencial (https://auxilio.caixa.gov.br/#/inicio)

Sair da versão mobile