40 anos do Baile charme carioca será comemorado com festa gratuita neste domingo

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Por Ana Carolina Fagundes

Uma das festas mais tradicionais da cena Black no Rio de Janeiro, o Baile Charme, completa 40 anos no neste domingo (8). Para comemorar a data, o Parque Madureira, na zona norte da cidade, fará uma festa gratuita a partir das 14h.

Foto: ihateflash.net

O dia 8 de março é considerado o Dia do Charme e para o evento foram chamados Djs de diferentes fases do estilo. Fernandinho, Arthur, Loopy, Iones, Guto, Cacau e Evelyn, além do fundador do termo, DJ Corello, são algumas das atrações confirmadas. No intervalo entre os shows, apresentações de grupos de dança black music.

História do baile charme no Brasil

Sob o viaduto Negrão de Lima há vinte anos nas noites cariocas, o movimento começou em 8 de março de 1980 quando o Dj Corello, durante as sequências de música lenta, anunciava a hora de dançar com “charminho”. No início da década de 90, Djs como Malboro e Fernandinho começaram a contribuir e revolucionaram a estrutura de que o produtor da festa era quem decidia o estilo tocado. Logo em seguida, os primeiros artistas nacionais iniciaram as produções das suas próprias músicas.

Como em todo movimento, os charmeiros – nome usado para os apreciadores do estilo -podem se identificar com várias vertentes, sendo o Smooth Jazz e o R&B Contemporâneo duas delas.

Na zona norte do Rio de Janeiro, a festa era organizada por um grupo de camelôs do viaduto de Madureira e era espaço de cultura, estética e encontro com a negritude. No palco, djs tocando hip hop, rhythm and blues e soul. Hoje, o espaço abriga os camelôs durante o dia e vira baile durante a noite, já com a terceira geração das famílias dos fundadores à frente do evento.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.