Rio de Janeiro não terá carnaval no meio do ano: ‘Impossível neste momento’, diz prefeito

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Nesta quinta-feira (21), o prefeito do Rio, Eduardo Paes, publicou em suas redes sociais que não há a possibilidade de o carnaval deste ano ser comemorado em julho, como era esperado por algumas escolas de samba. “Parece sem qualquer sentido imaginar a essa altura que teremos condições de realizar o carnaval em julho. Essa celebração exige uma grande preparação por parte dos órgãos públicos e das agremiações e instituições ligadas ao samba”, disse Paes.

Nunca escondi minha paixão pelo carnaval e a visão clara que tenho da importância econômica dessa manifestação cultural para nossa cidade. No entanto, me parece sem qualquer sentido imaginar a essa altura que teremos condições de realizar o carnaval em julho. Essa celebração exige uma grande preparação por parte dos órgãos públicos e das agremiações e instituições ligadas ao samba. Algo impossível de se fazer nesse momento. Dessa forma, gostaria de informar que não teremos carnaval no meio do ano em 2021“, escreveu Paes.

Mas não descartou o carnaval de 2022, caso a população esteja vacinada: “Certamente em 2022 poderemos (todos devidamente vacinados) celebrar a vida e nossa cultura com toda a intensidade que merecemos“.

Foto: André Gomes de Melo

O carnaval, além de ser uma das maiores festas populares do Brasil, é fonte de renda para milhares de trabalhadores. Segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o carnaval de 2020 criou mais de 25,4 mil vagas de empregos temporários entre janeiro e fevereiro, sobretudo nos setores ligados à alimentação fora do domicílio, hospedagem e transportes.  Em 2020, o número de contratação representou 2,8% a mais do que no carnaval de 2019. 

Para dar suporte aos trabalhadores do carnaval, Eduardo Paes solicitou a preparação de editais que possam dar suporte aos profissionais deste segmento, para que eles tenham uma forma de sustento.

APOIO-SITE-PICPAY

Thais Bernardes

Formada em jornalismo pelo Institut français de Presse-Université Panthéon-Assas, em Paris e com especialização em audiovisual pelo Institut Pratique de Journalisme (IPJ), também na França, Thais Bernardes é jornalista, assessora de imprensa e idealizadora do portal Notícia Preta, um site de jornalismo colaborativo. Antes de concluir seus estudos na Europa, Thais cursou Relações Públicas na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), onde ingressou através do sistema de cotas. Após atuar como produtora no canal de TV France 2, em Paris, foi repórter no Jornal Extra, na rádio BandNewsFM e coordenadora de Comunicação da Secretaria de Estado de Direitos Humanos do Rio. Em novembro de 2018 a jornalista decidiu criar o portal Notícia Preta como forma de combater, através do jornalismo, o racismo e as desigualdades sociais.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.