Polícia identifica suspeito de ameaças à primeira vereadora negra de Joinville

APOIE O NOTÍCIA PRETA
Ana Lúcia é a primeira vereadora negra da cidade de Joinville (SC) – Foto: Reprodução Redes sociais

No último domingo (22), a Polícia Civil de Santa Catarina conseguiu localizar o autor das ameaças de morte à vereadora Ana Lúcia Martins (PT), primeira mulher negra a ocupar o cargo na cidade de Joinville.

Os policiais cumpriram mandado de busca e apreensão na casa onde o suspeito reside, no bairro Paranaguamirim, Região Sul do município. O homem, de 22 anos, foi interrogado e solto. Os agentes também ouviram os familiares dele, apreenderam equipamentos eletrônicos encontrados na residência e encaminharam à perícia. Será averiguado se ele faz parte de alguma organização ou agiu sozinho.

De acordo com a delegada Cláudia Gonçalves, titular da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI), o suspeito é esquizofrênico e, possivelmente, teria sido induzido a cometer os atos criminosos. “Ele cria muita coisa. Ele, especificamente, não parece que é líder de nada, então, pode ser que ele seja uma peça desse quebra-cabeça”, informou a delegada.

A polícia encontrou na casa laudos médicos, exames e remédios que comprovariam essa versão. O médico que o atendeu pode ser chamado a depor. Caso seja comprovada a culpa, o homem deverá responder pelos crimes de racismo, injuria racial e ameaça. Ele não teve o nome divulgado.

Após a vitória nas urnas, Ana Lúcia recebeu ataques racistas e ameaças de morte nas redes sociais, de uma conta administrada pelo suspeito. O caso vem sendo acompanhado pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC).

APOIO-SITE-PICPAY

Louise Freire

Jornalista e apaixonada por livros. Concluiu sua graduação em 2016 e no mesmo ano estagiou em uma revista. Participou da produção de um programa da TV Brasil e trabalhou como produtora audiovisual.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.