Palhaços pretos são destaque em encontros on-line do Coletivo Catappum

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Criado por conta do incômodo dos artistas pela falta de representatividade de palhaços pretos na formação das artes cênicas, o Coletivo circense Catappum vai promover encontros artísticos nas redes sociais de 26 de abril a 09 de junho. Voltado em sua grande maioria para inserção de mulheres, pessoas LGBTQIAP+ e na valorização das culturas negras, o Coletivo quer construir um espaço para trazer referências identificatórias. “Escrevemos o projeto “Catappum nas Redes” em meio a pandemia, onde tudo estava acontecendo no virtual e tivemos que nos adaptar para seguirmos com nossa produção artística nas redes e online. Com isso, percebemos as dificuldades de existir dentro das plataformas que possuem uma estrutura racista, com seus algoritmos e likes. Foi então que pensamos em criar um espaço trazendo nossas narrativas, pensando numa explosão de arte negra nas redes.”, comenta o Coletivo. 

Foto: Divulgação

O processo criativo do Coletivo também terá espaço para ser compartilhado através de bate-papos com o elenco e direção, que narram a trajetória do grupo. “ O movimento de Palhaçaria Preta e Comicidades Negras estão extremamente relacionados às pautas raciais e periféricas. A filósofa Katiúscia Ribeiro advoga que “toda vez que a gente precisa colocar o adjetivo “negro” em qualquer ideologia política é porque não foi pensado para nós. Por isso a importância de construirmos um terreno de confronto político, apresentando outras possibilidades de mundos, levando o racismo, o apagamento e a violência que atinge nossos corpos para o debate.”, relata o Coletivo. 

Leia também: Festival de Arte Negra do DF celebra união da comunidade preta; confira programação

Além da circulação online do espetáculo “Catappum!”, inspirado na obra escrita por Chico Vinicius e Fagner Saraiva, o projeto também promoveu workshops gratuitos. Em breve, uma mesa de debate com artistas e influenciadores convidados vai refletir sobre o impacto do humor e do racismo nas redes sociais. O projeto foi contemplado pela 6ª Edição do Programa Municipal de Fomento ao Circo para a cidade de São Paulo – Secretaria Municipal de Cultura. Além disso, é uma parceria da Cooperativa Paulista de Teatro e tem realização do Coletivo Catappum, Fomento ao Circo e Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo. 
Vale destacar que a formação do Coletivo Catappum! se deu, em 2015, a partir da obra dramatúrgica escrita por Fagner Saraiva e Chico Vinícius. Este disparador propiciou o encontro dos artistas que, em suas trajetórias, desenvolvem pesquisas artísticas na arte negra: cultura popular, cultura afro-brasileira, culturas de matrizes africanas, circo, dança, música e teatro. Para mais informações acesse aqui

APOIO-SITE-PICPAY

Wellington Andrade

Jornalista formado pela FACHA (Faculdades Integradas Hélio Alonso) e pedagogo pela UERJ. Atualmente escreve para o Portal Notícia Preta e atua no segmento de assessoria de imprensa em parceria com a agência Angel Comunicação. Possui passagens por diferentes veículos como repórter, produtor e apurador, dentre eles TVs Record, SBT e Rede Vida de Televisão, além das rádios Bicuda FM, Nativa FM, Tupi AM e FM, Revista Ziriguidum Nota 10 e no portal especializado em Carnaval SRZD, do jornalista Sidney Rezende. Instagram: @reporterwellingtonandrade

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.