Organização Black Minds Matter promove terapia gratuita para a população negra do Reino Unido

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Inspirada no movimento mundial Black Lives Matter (Vidas Negras Importam), a organização Black Minds Matter (Mentes Negras Importam) foi fundada no início deste mês de junho, no Reino Unido, com o objetivo de tornar o serviço de saúde mental acessível à população negra do país. Até o momento, quase 700 pessoas negras conseguiram acompanhamento profissional com doze semanas de terapia gratuitas. Agnes Mwakatuma e Annie Nash são as fundadoras da Black Minds Matter, e a equipe é toda formada por terapeutas negros.

Equipe de terapeutas da Black Minds Matter (Foto: Reprodução/Internet)

A organização criou um fundo que possibilita que o serviço seja gratuito. Os usuários podem escolher o terapeuta e agendar uma sessão pelo site.

“Entendemos mais do que nunca os efeitos da discriminação racial em todo o país. Para muitos negros, os casos de violência contra indivíduos como George Floyd nos EUA e os muitos incidentes históricos no Reino Unido são profundamente desencadeantes. O tratamento da saúde mental deve ser uma prioridade na luta pela igualdade e pelo bem estar das pessoas negras no Reino Unido”, escreve a organização.

No Instagram, a organização cria um conteúdo sobre saúde mental direcionado à população negra, referenciando inclusive o contexto histórico da escravização, quando fala em “trauma ancestral”, que, ao desumanizar as pessoas, reprimiu os sentimentos delas e causou inúmeros danos psicológicos e afetivos que foram passados de geração em geração e que ainda hoje são reafirmados com o racismo.

A Black Minds Matter começou com o serviço de saúde mental financiado para 24 pessoas. Porém, devido ao grande número de doações, atualmente 686 pessoas negras já estão sendo contempladas com sessões de terapia.

APOIO-SITE-PICPAY

Samily Loures

Baiana em terras capixabas, é formada em Comunicação Social - Publicidade e Propaganda pela Ufes (Universidade Federal do Espírito Santo). Com atuação em publicidade social e pesquisa em Identidade Negra, acredita que a comunicação pode ser instrumento de mudanças sociais. Apesar de militante e sagitariana, consegue levar a vida com serenidade. E deboche.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.