Ícone do site Notícia Preta

Frio faz estação Pedro II do metrô ser reaberta para abrigar pessoas em situação de rua em SP

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Entre o próximo sábado (11) e terça-feira (14), a estação de metrô Pedro II, na Linha 3-Vermelha, será reaberta para abrigar pessoas em situação de rua, em São Paulo, devido à frente fria que chega à cidade. De acordo com a Defesa Civil do estado, a temperatura pode chegar a 7ºC, com sensação térmica de 5ºC.

Mais de 42 mil pessoas vivem nas ruas de São Paulo – Foto: Freepik

Cobertores, colchões, refeições e kits de higiene serão distribuídos na ação “Noites Solidárias”, que acontece entre as 19h e 8h nesse período. Pela manhã, os abrigados serão encaminhados à unidade do Bom Prato, ana avenida 25 de março, para receber o café da manhã. Em maio deste ano, o morador em situação de rua Isaías de Faria, de 66 anos, e mais uma pessoa não identificada, morreram em decorrência da baixa temperatura que houve na capital paulista. A noite mais fria em 32 anos, segundo o serviço de Metrorologia Estadual, chegou a ter uma sensação de -4°C, em alguns pontos da cidade.

A iniciativa tem capacidade para abrigar 100 pessoas na estação Pedro II. Esta é a segunda vez que a ação é realizada em 2022.

Leia também: Justiça decreta prisão de 4 suspeitos pela morte de Aline Borel

Um levantamento do Observatório Brasileiro de Políticas Públicas com a População em Situação de Rua (Polos-UFMG), mostrou que, no Brasil, mais de 180 mil pessoas moram na rua e apenas em São Paulo esse número chega aos 42.240. 

A prefeitura de São Paulo, no entanto, também elaborou um estudo e, nele, apresentou a quantia de 32 mil pessoas na capital em situação de rua, isto é 30% a menos que a pesquisa da faculdade. De acordo com o levantamento da Polos-UFMG, cerca de cinco mil pessoas foram viver nas ruas da capital paulista até o mês de maio.

Sair da versão mobile