Exposição virtual traz fotografias “positivas” sobre pessoas negras: “Combater imagens degradantes do nosso povo”

APOIE O NOTÍCIA PRETA

No imaginário comum social, pessoas negras sempre aparecem em posições de subalternidade ou sofrimento. Para subverter essa narrativa, o festival Wakanda in Madureira, que acontece desde 2018 no Rio de Janeiro, vai realizar uma exposição virtual de fotografias nos dias 10, 11 e 12 de julho.

O historiador Jonathan Raymundo, idealizador do projeto, contou que a pandemia do novo coronavírus impossibilitou a realização do evento de maneira física – mas a internet vai servir de instrumento para que o Wakanda in Madureira aconteça em 2020.

Pessoal reunido na última edição do Wakanda in Madureira (Foto: divulgação)

“Resolvemos fazer nossas atividades virtualmente. Serão atividades para crianças na parte da manhã e, à tarde, vamos ter entrevistas, samba, shows… Para além dos dias 11, 12 e 13, vamos fazer uma exposição virtual para celebrar o poder preto. Vamos ter também filmes e poesias. Vai ser uma semana toda de atividades culturais”, disse, em entrevista ao Notícia Preta.

A exposição, que terá a curadoria do fotógrafo Roger Cipó, tem como objetivo construir uma imagem positiva do povo preto. Fotógrafos profissionais e amadores interessados em participar devem enviar suas fotos para fotografiawakanda@gmail.com . De acordo com Jonathan, a fotografia desempenha um papel precioso para pessoas negras.

“A imagem tem um poder fundamental na reconstrução do nosso orgulho. Nós, do Wakanda in Madureira, entendemos que a imagem é aquilo do que se alimenta o nosso inconsciente e a nossa mente mais profunda. Essa exposição é uma forma de combater tantas imagens degradantes que consumimos – seja na escola, seja no cinema, seja na televisão – em relação ao nosso povo, oferecendo também as facetas do orgulho, da beleza e do poder. Essa exposição vem para cooperar com a construção do nosso subconsciente a partir da grandiosidade que é o nosso povo”, finalizou o historiador.

APOIO-SITE-PICPAY

1 Comment

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.