Mulher aponta arma para família negra nos Estados Unidos

APOIE O NOTÍCIA PRETA
Mais um caso de pessoas brancas apontando armas para negros nós EUA – Foto: Reprodução/G1

Uma mulher branca apontou a uma arma para uma família negra , no estacionamento de uma lanchonete na última quarta feira (1) em Orion Charter Towship, em Michigan, nos Estados Unidos. Segundo o jornal Detroit News, o motivo seria uma discussão que se iniciou quando a jovem Makayla Green, de 15 anos, e a mãe dela, Takelia Hill, entravam na lanchonete, e Makayla foi empurrada pela mulher.
De acordo com Makayla, além de empurrà-la, a mulher começou a xingà-la e a mãe, Tekelia, foi tirar satisfação e pediu para a mulher pedir desculpas à filha, o que não aconteceu. Logo após a negativa, mãe e filha afirmaram que a mulher, que ainda não foi identificada, era “ignorante e racista”. Ainda segundo o Detroit News, a mulher rebateu as críticas. “Você não pode simplesmente andar por aí chamando os brancos de racistas. Os brancos não são racistas, ninguém é racista”.

Durante o vídeo, a mulher aponta a arma para mãe e filha – Video: Reprodução


Em seguida, a mulher entrou no carro e Takelia pensou que a mulher tinha o intuito de atropelá-las e bateu no vidro do carro. A mulher desceu com a arma em punho e gritando com mãe e filha. Por mais de um minuto, as suas ficaram sob a mira da arma e a mulher gritando. “Afaste-se! Você não pula atrás do meu carro!”, gritou a mulher, junto a outros palavrões, entrou no carro e saiu do local.

Repetindo a história
No início desta semana, um casal de pessoas brancas apontaram armas para pessoas que manifestavam contra a prefeita de St. Louis, também nos Estados Unidos, Lyda Krewson para pedir sua renúncia.

APOIO-SITE-PICPAY

Igor Rocha

Igor Rocha é jornalista, nascido e criado no Cantinho do Céu, com ampla experiência em assessoria de comunicação e escritor nas horas vagas. Editor e coordenador regional do Notícia Preta

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.