Ícone do site Notícia Preta

‘Estou envergonhada, incomodada, deprimida’, diz Karol Conká sobre sua trajetória no BBB 21

Karol Concá

Karol Concá se diz arrependida e envergonhada com tudo que fez dentro da casa do BBB21

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Em entrevista ao programa ‘Saia Justa’, no GNT, nesta quarta-feira (28), Karol Conká disse ter se envergonhado de suas atitudes no BBB 21.

“Tem umas (cenas) que eu me choco, eu fico extremamente incomodada, envergonhada, arrependida, deprimida. Entendo que faz parte de mim, eu sempre procrastinei esse lance da saúde mental, nunca levei muito a sério. Tenho a impressão que entrei e me autosabotei para chamar atenção para esse tipo de assunto”, desabafou a rapper.

Leia também: Karol Conká é eliminada com 99,17%, maior rejeição da história BBB

A cantora também falou sobre o documentário “A vida depois do Tombo”, uma série documental que contará com quatro episódios. No conteúdo, também é possível ver a relação de Karol Conká com a própria família após a saída do “BBB 21, e sua reação em relação ao cancelamento:

“Não é fácil lidar com a rejeição. Eu já havia encarado a rejeição quando era mais nova. Com isso, eu acabei criando cascas, uma espécie de armadura pra me defender. Depois que eu me tornei Karol Conká, artista, essa rejeição ficou mais afastada. A rejeição sempre esteve em minha vida, mas ela estava afastada. No BBB eu acabei expondo uma realidade, um comportamento muito feio. Demorei muitos dias pra ter noção de minhas atitudes. Muitas coisas que fiz e falei me deixaram envergonhada, decepcionada. É muito ruim a sensação de decepcionar milhões de pessoas e amigos”, relatou Karol.

Arte de divulgação do documentário “A vida depois do tombo” – Foto: GloboPlay

As brigas entre Karol Conká e Lucas Penteado no “BBB 21” (TV Globo) foram destaque no trailer do documentário. Em um trecho do vídeo, a cantora pede perdão ao ator: “Eu não ia gostar nem um pouco se tratassem o meu filho assim”, afirmou a artista, que chorou ao relembrar as situações no programa. Ela também diz ter a sensação de que “cometeu um crime”.

A rapper atribuiu suas atitudes na casa a “fantasmas do passado” que a terapia a tem ajudado a superar.

Sair da versão mobile