Ícone do site Notícia Preta

Dois meses após o Governo do Rio despejar Instituto Palmares, movimento resiste e realiza feira ‘Encontro Preto’

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Acontece neste sábado (06)  na Lapa, Centro do Rio, o “Encontro Preto – Consumo Diferenciado”, que é muito mais do que uma feira de afroempreendedores, é representatividade, afirmação e fortalecimento do afroempreendedorismo. As edições anteriores deste evento sempre foram realizadas no Instituto Palmares de Direitos Humanos (IPDH), mas desta vez acontecerá no Centro de Teatro do Oprimido, das 11h às 21h.

A mudança de local se dá ao fato da Secretaria de Estado de Cultura do Estado do Rio de Janeiro, ainda não ter devolvido o prédio onde fica o IPDH ao instituto. Em fevereiro deste ano, o instituto recebeu uma ordem de despejo emitida em setembro de 2018 pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. A justificativa  seriam as irregularidades causadas por um incêndio, em 2010, que atingiu parte do imóvel. Os representantes do IPDH, entretanto, já repararam os danos com recursos próprios, sem auxílio governamental e consideram a medida dúbia.

A realização do Encontro Preto no prédio do IPDH não é por acaso. O Instituto foi fundado no Rio de Janeiro, em 1989, por um grupo de negros e negras que buscavam criar um canal de afirmação da identidade e cultura negra.

Em 2015 os afroempreendedores Cintia Pereira e Emanuel Pereira criaram a feira com o objetivo de termos um espaço para reunir marcas feitas por pessoas negras pagando um valor justo. A feira foi um sucesso e a partir disso passou a ser fixa sendo realizada todo primeiro sábado do mês.

Durante 30 anos, o IPDH desenvolveu projetos de educação e cultura, promoveu seminários, simpósios e encontros de temas relacionados à etnia, igualdade racial e direitos humanos. Em 2010, sofreu um incêndio que danificou o telhado, a parte elétrica e hidráulica. Ficou fechado por um período e sua abertura foi retomada com a criação do Encontro Preto onde toda a verba arrecadada com taxas foi destinada para sua revitalização.

A sua sede fica localizada na Lapa, Av. Mem de Sá, 39. Porém, em janeiro de 2019 o espaço sofreu um ataque a comunidade negra, onde passou por  uma reintegração de posse pela Secretaria do estado do RJ e que até o momento não teve uma resolução.

Em quase quatro  anos de feira, mais de 50 afroempreendedores já participaram expondo seus produtos e fazendo circular o black money. O propósito do Encontro Preto é possibilitar oportunidade e empoderamento para afroempreendedores, fortalecer a economia criativa entre nós pretos de forma justa e transparente.  E através disso, reconstruir e manter o IPDH, um espaço de grande legado e história da nossa comunidade negra.

As marcas que estarão presentes nessa edição de abril são:

·         Alquimias do Chad

·         Crioula Criativa

·         Livraria Nombeko

·         Mali Modas

·         Makebas Brechó

·         Modash

·         Mundo Quixotesca

·         Negra Rosa

·         Negrita Modas

·         Trança Terapia

·         Uzuri

  Todas as marcas aceitam cartão de débito e crédito

Sair da versão mobile