Ícone do site Notícia Preta

Conhecimento das tradições afro brasileiras será reconhecido pela Academia

APOIE O NOTÍCIA PRETA
Pai Ricardo é Zelador da Umbanda em Belo Horizonte – Foto: TV Globo

A partir de agora, os povos de religião de matriz africana poderão ter o Título Notório Saber, concedido pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Pioneira no país, a UFMG reconhece os saberes tradicionais, sem levar em consideração a questão científica, como acontece nas outras Universidades. O título concedido pela universidade, tem o mesmo nível da certificação de doutorado. Em entrevista ao Portal G1, Pai Ricardo, zelador da Umbanda em Belo Horizonte, ressalta a importância do reconhecimento. “Uma comunidade que as vezes não teve direito a escola e ter pessoas suas recebendo um título de notório saber é um incentivo muito grande”, comemorou.

Para conquistar o título, o indicado terá que comprovar os saberes adquiridos e a experiência a uma comissão, que irá avaliar se ele deve ou não recebê-lo. A comissão será formada por cinco docentes, sendo que dois deles não são pertencentes à universidade.

Capitã do Reinado, Petrina de Lourdes, considera o reconhecimento da universidade uma forma de valorizar a cultura e trazer visibilidade às tradições da comunidade.  “É importante para o reconhecimento de toda a sociedade, do valor da nossa fé, da nossa cultura, dos nossos conhecimentos e nossas tradições”, comentou.

Histórico

Em 2014, a universidade já tinha se interessado pelos saberes dessas comunidades, a partir daí, foi criado o programa de Formação Transversal em Saberes Tradicionais, que conta hoje com aproximadamente 60 mestres.

Sair da versão mobile