Apesar de recuperação lenta por causa da Pandemia, Rio de Janeiro abriu novos postos de empregos formais, aponta estudo

APOIE O NOTÍCIA PRETA

O estado do Rio de Janeiro teve o maior índice de vagas de empregos formais desde novembro de 2020 até maio de 2021, sendo um total de 17.610 novos postos. Os setores com maior contratação foram os de serviços, comércio, agropecuária, indústria e construção, e quando comparados à contratação foram 32.892 carteiras assinadas apenas em 2021, segundo estudo realizado pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan).

No mês de maio, as áreas de saúde e atividades organizacionais também tiveram aumento em empregos. Quando voltadas para as 92 cidades do estado do Rio de Janeiro, a capital fluminense teve 8.513 vagas e Campos dos Goytacazes 1.488.

Para Jonathas Goulart, que está à frente dos Estudos Econômicos da Firjan, de novembro de 2020 a maio de 2021 foi possível recuperar parte das vagas de emprego e contratação perdidas com a Pandemia. “Entre agosto de 2020 e maio de 2021 houve a abertura de 116.989 vagas de emprego. Em outras palavras, isso indica que 6 em cada 10 postos de trabalho com carteira assinada fechados nos primeiros meses da pandemia já foram reabertos no estado”, explicou.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.