Uerj vai oferecer auxílio-creche para estudantes com filhos até 7 anos; na pandemia, alunos também receberão auxílio-transporte

APOIE O NOTÍCIA PRETA

A Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) vai oferecer um auxílio-creche de R$ 900 para estudantes dos cursos de graduação e pós-graduação (mestrado e doutorado) que tenham filhos com até sete anos de idade. A reitoria também decidiu que durante a pandemia alguns alunos terão direito a um auxílio-transporte emergencial – R$ 300 para aqueles que estudam presencial e R$ 50 para os que estão no formato semipresencial.

As iniciativas têm o objetivo de ajudar os alunos nas despesas com os filhos em idade entre zero e sete 7 anos incompletos (6 anos, 11 meses e 29 dias) e também compensar a falta do Passe Livre Universitário, que foi suspenso pela Prefeitura do Rio, afetando especialmente os estudantes que continuaram participando de atividades na linha de frente contra a Covid-19. Os estudantes do Instituto de Aplicação Fernando Rodrigues da Silveira (CAp-Uerj), que se enquadrarem nos requisitos previstos, também poderão receber o auxílio.

Alguns alunos da UERJ, terão direito a auxílio-creche e auxílio-transporte emergencial. Foto: Agência o Globo

A reitoria informou que o auxílio-transporte emergencial é destinado aos alunos de graduação cotistas ou em situação de vulnerabilidade socioeconômica comprovada perante a Pró-reitoria de Políticas e Assistência Estudantis (PR4). O aluno precisa estar inscrito em disciplinas e ter frequência mínima de 75%. A modalidade será definida pela direção de cada unidade, segundo as matérias disponibilizadas no período. Veja mais detalhes no Aeda 55/2021.

“É com alegria que estamos atendendo a essas importantes demandas do alunado da Uerj. Queremos garantir o pleno desenvolvimento acadêmico dos nossos estudantes e reduzir a evasão que, muitas vezes, ameaça o futuro daqueles que querem estudar, mas enfrentam dificuldades com crianças pequenas em casa ou até mesmo para se deslocar até a Universidade, principalmente depois da pandemia”, declarou o reitor da Uerj Ricardo Lodi.

APOIO-SITE-PICPAY

Thiago Augustto

Um filho negro adotado. Thiago Augustto faz questão de marcar sua existência pela raça e pela oportunidade de viver. Transformou o tabu da adoção num grande motivo de orgulho. É criador de conteúdo e palestrante. Se formou em jornalismo em 2014, desde então, trabalha na TV Globo Recife, atuando como produtor e repórter. No Notícia Preta, é editor e coordena os colaboradores das regiões norte e nordeste. Em 2021, criou o Futuro Black - um banco de talentos e de fontes profissionais pretas.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.