Tenente-coronel da PM é chamado de “Macaco” durante palestra virtual da USP, em São Paulo

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Nesta terça-feira (9), um tenente-coronel da Polícia Militar de São Paulo sofreu ataques racistas enquanto ministrava uma palestra sobre o programa de combate ao racismo da corporação organizada pelo Instituto de Relações Internacionais da Universidade de São Paulo (USP). 

Evanilson de Souza, de 50 anos e comandante do 11º Batalhão da Polícia Militar de São Paulo, foi chamado de “macaco” por um dos participantes enquanto utilizava a tela compartilhada. Segundo a Polícia Militar de São Paulo, o militar deverá registrar um Boletim de Ocorrência nesta quarta-feira (10) e, até o momento, não comentou sobre o caso. 

Evanilson de Souza, de 50 anos e comandante do 11º Batalhão da Polícia Militar de São Paulo. Foto: Marcelo Brandt/G1

O ouvidor das Polícias Civil e Militar, Elizeu Soares Lopes, que também é negro, prestou solidariedade ao tenente-coronel e informou que vai convidar personalidades para um ato de desagravo ao militar.  

APOIO-SITE-PICPAY

Gabriella Reis

Jornalista, escritora e web-redatora. "Se ninguém te escuta, escreva!"

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.