STJD instaura inquérito para apurar caso de racismo contra o jogador Edenilson

APOIE O NOTÍCIA PRETA

A Procuradoria de Justiça Desportiva decidiu abrir um inquérito para investigar a acusação de racismo contra o volante do Internacional, Edenilson, cometida pelo lateral do Corinthians, Rafael Ramos, no último sábado (14), em Porto Alegre (RS).

Edenilson e Ramos durante a partida – Foto: Silvio Avila/Getty Images

A solicitação foi encaminhada ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para que o presidente da entidade, Otávio Noronha, avalie o caso. “Ante à possibilidade da oitiva de mais depoimentos, bem como a reunião de novos documentos e mídias que corroborem com o depoimento do atleta Edenilson, em respeito à causa antirracista e à condução isenta dos procedimentos neste STJD, em especial por esta Procuradoria, faz-se necessária a apuração detalhada da prática da referida e repudiável conduta discriminatória”, justifica o STJD.

Na partida válida pelo Brasileirão da Série A, no último sábado (14), o volante do Internacional, Edenilson, afirmou que o lateral do Corinthians, Rafael Ramos, após uma discussão de jogo, o chamou de “macaco“. Nas redes sociais, Edenilson desabafou sobre o caso já segunda-feira. “Boa noite pessoal. Passando aqui apenas para me pronunciar, eu sei o que ouvi. Realmente não reagi provavelmente da forma que deveria, pois foi a primeira vez que isso aconteceu comigo e me incomoda o fato de ficar chamando atenção de outra forma que não seja jogando futebol (quem me conhece sabe). Ser xingado pelo tom da minha pele, minha reação foi a de não paralisar a partida, pois o jogo estava bom e, ao mesmo tempo, eu não queria que tomasse a proporção que tomou justamente por nunca ter passado por isso”, escreveu.

Leia também: Sergipe tem aumento de 22% nas denúncias de injúria racial e racismo nos últimos 2 anos

Em sua defesa, o lateral português do Corinthians, Rafael Ramos, alegou que disse “caralho”, mas seu sotaque deu a impressão de ter dito “macaco“. Após a partida, Ramos foi detido, prestou esclarecimentos à polícia, pagou fiança e foi liberado.

APOIO-SITE-PICPAY

Igor Rocha

Igor Rocha é jornalista, nascido e criado no Cantinho do Céu, com ampla experiência em assessoria de comunicação e escritor nas horas vagas. Editor e coordenador regional do Notícia Preta

2 Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.