“Silenciar não é opção”, desabafa Cinnara Leal sobre racismo em “Nos Tempos do Imperador” 

APOIE O NOTÍCIA PRETA

A atriz Cinnara Leal fez um desabafo sobre a denúncia de racismo que ela e as colegas também atrizes Dani Ornellas e Robertas Rodrigues fizeram contra o diretor Vinicius Coimbra, da novela “Nos tempos do Imperador”, da TV Globo. As artistas denunciaram as falas e atitudes preconceituosas da direção da trama, além da separação de pessoas brancas e negras em documentos e nos camarins da produção. “O acolhimento do público que a gente teve foi impressionante, necessário e importante. Silenciar não é mais opção, a gente não pode se permitir passar por violência, crimes e naturalizar isso. Qualquer tipo de violência é crime, não pode naturalizar.”, disse Cinnara em entrevista à revista Quem. 

A atriz Cinnara Leal. Foto: Reprodução Redes Sociais

Na queixa, as atrizes falaram sobre o episódio em que a trama vacilou ao retratar o “racismo reverso” envolvendo Samuel (Michel Gomes) e Pilar (Gabriela Medvedovski). A cena causou um pedido de desculpas da autora Thereza Falcão, e Vinícius insistia para que elas e outros atores negros defendessem a novela em entrevista e em redes sociais. As atrizes alegaram também que o diretor e a equipe separavam as pessoas entre elenco branco e elenco negro, além de haver segregação nos camarins destinado aos atores.   

Leia também: Atrizes denunciam racismo e diretor da TV Globo é afastado
Após as acusações de racismo, o diretor Vinicius Coimbra foi demitido da Globo. Ele estaria à frente da próxima novela das seis da Globo, Mar do Sertão, e será substituído por Allan Fiterman, de Quanto Mais Vida, Melhor!. Na ocasião da divulgação do fato, uma fonte da TV Globo afirmou ao Notícia Preta que, além do diretor artístico, Vinícius Coimbra, outras pessoas também já tiveram atitudes racistas com artistas negros, principalmente as mulheres. “[os casos] Não envolvem apenas uma pessoa, mas uma estrutura. Conclamamos o apoio de todos os movimentos negros, bem como de todas as pessoas brancas antirracistas, para promover uma mudança necessária e urgente”, afirmou. 

Além disso, a fonte informou também que os profissionais se sentem acuados diante dos casos, por não ter apoio de outros atores e atrizes brancos. “A grande maioria do elenco branco ainda está omissa a tudo que vem acontecendo e eles presenciam diariamente essas situações. Precisamos do apoio de todos nesse momento”, comentou. 

APOIO-SITE-PICPAY

Wellington Andrade

Jornalista formado pela FACHA (Faculdades Integradas Hélio Alonso) e pedagogo pela UERJ. Atualmente escreve para o Portal Notícia Preta e atua no segmento de assessoria de imprensa em parceria com a agência Angel Comunicação. Possui passagens por diferentes veículos como repórter, produtor e apurador, dentre eles TVs Record, SBT e Rede Vida de Televisão, além das rádios Bicuda FM, Nativa FM, Tupi AM e FM, Revista Ziriguidum Nota 10 e no portal especializado em Carnaval SRZD, do jornalista Sidney Rezende. Instagram: @reporterwellingtonandrade

2 Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.