Rihanna já é mais rica que monarca Elizabeth II

APOIE O NOTÍCIA PRETA

A cantora, atriz, estilista e empresária desbanca astros como Mick Jagger e Keith Richards, dos Rolling Stones, Elton John e Rod Stewart na lista da Sunday Times

Rihanna investiu no segmento de moda e cosméticos. Foto: Reprodução

A cantora Rihanna estreou em 3º lugar na lista dos músicos mais ricos da Sunday Times de 2020. Aos 32 anos, a arista possui uma riqueza estimada em £ 468 milhões de libras, cerca de $ 576 milhões de dólares. Os valores foram acumulados não apenas pela carreira artística, mas também pelas marcas de moda e cosméticos. A rainha Elizabeth II, chefe de estado do país, possui uma fortuna de £ 350 milhões de libras, cerca de $ 427 milhões de dólares.

Nascida em Barbados, morando em Londres, Rihanna ultrapassou alguns dos músicos mais famosos da Grã-Bretanha, como Mick Jagger e Keith Richards, dos Rolling Stones, Elton John e Rod Stewart na lista dos mais ricos do país. Ficando atrás apenas de Andrew Lloyd Webber e Paul McCartney que empatam na primeira posição com fortuna estimada em £ 800 milhões de libras, que seria pouco mais de $ 977 milhões de doláres.

A autora de “Bitch better have my money”, já foi apontada em 2019 pela Revista Forbes como a artista feminina da música mais rica do mundo. Rihanna teria acumulado uma fortuna de 600 milhões de dólares, aproximadamente R$ 2,3 bilhões na cotação de maio de 2019.

Em parceria com o gigante francês do luxo Louis Vuitton (LVMH), Rihanna tornou-se a primeira mulher negra a dirigir uma marca de roupa de luxo, com a Fenty Beauty. A lista dos Ricos do Sunday Times reúne anualmente 1000 pessoas ou famílias mais afortunadas no Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte, com publicação na The Sunday Times.

APOIO-SITE-PICPAY

Thais Bernardes

Formada em jornalismo pelo Institut français de Presse-Université Panthéon-Assas, em Paris e com especialização em audiovisual pelo Institut Pratique de Journalisme (IPJ), também na França, Thais Bernardes é jornalista, assessora de imprensa e idealizadora do portal Notícia Preta, um site de jornalismo colaborativo. Antes de concluir seus estudos na Europa, Thais cursou Relações Públicas na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), onde ingressou através do sistema de cotas. Após atuar como produtora no canal de TV France 2, em Paris, foi repórter no Jornal Extra, na rádio BandNewsFM e coordenadora de Comunicação da Secretaria de Estado de Direitos Humanos do Rio. Em novembro de 2018 a jornalista decidiu criar o portal Notícia Preta como forma de combater, através do jornalismo, o racismo e as desigualdades sociais.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.