Professor de educação física é agredido em hotel de luxo em São Paulo

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Após sofrer agressão, o professor de educação física, Luiz Heleno Bento registrou um boletim de ocorrência por racismo, na Zona Oeste de São Paulo. O crime aconteceu no último domingo (6) em um hotel de luxo onde o professor estava hospedado.

Segundo a Globo News, o crime foi cometido por outro hóspede, que teria surpreendido a vítima com dois chutes.


Foto: Reprodução/GloboNews

Luiz relatou a polícia que estava no hall do hotel quando foi abordado: um homem branco se aproximou e perguntou “O que foi? O que está acontecendo? ”. Logo em seguida, ele o acertou com os chutes na altura do tórax. 

Após a agressão, o homem que o agrediu voltou para se desculpar da seguinte forma: 

“Ô, negão, me desculpe, mas eu te confundi com um ladrão que tentou me assaltar antes”. 

O agressor disse que estava hospedado no hotel, mas momentos antes sofreu uma tentativa de rouba na rua e quando chegou no hotel, viu Heleno e o confundiu.

O professor não aceitou as explicações e o caso foi parar na delegacia. O boletim foi registrado no 27º DP como injúria racial, não há informações se o agressor foi preso. 

“A agressão maior para mim foi ele ter falado ‘pensei que você fosse ladrão’. Ou seja, não vale de nada você ter estudo, você ser bom, você é negro você é pré-julgado. Você sofre agressão, preconceito. E ainda tem gente que diz que isso não existe mais”, disse o professor à GloboNews. 

O hotel Grand Mercure Vila Olímpia afirmou por meio de nota que a agressão ocorreu fora das dependências do empreendimento, e que o atendimento necessário foi prestado. Disse ainda que que é contra qualquer tipo de discriminação e que está à disposição das autoridades.

APOIO-SITE-PICPAY

Gabriella Reis

Jornalista, escritora e web-redatora. "Se ninguém te escuta, escreva!"

1 Comment

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.