Paraty recebe a primeira edição da Flip Preta

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Entre os dias 11 e 14 de julho, Paraty, litoral sul do Rio de Janeiro, vai receber a primeira edição da Flip Preta, evento que tem como intuito marcar a resistência do povo negro e quilombola presentes naquele município e no Brasil. A ideia é um sonho antigo da comunidade. O evento acontecerá em paralelo à tradicional Flip (Festa Literária Internacional de Paraty).

A extensa programação conta com escritoras e escritores, poetas, músicos, artistas, rappers, mestras e mestres da cultura popular, em um encontro que vai transcender a literatura e suas dimensões. O local escolhido para abrigar o festival é o tradicional Restaurante Quilombo do Campinho.

Restaurante Quilombo do Campinho

Veja a programação completa:

Quinta-feira – 11 de julho

14h – Grupo de dança afro do Quilombo
16h30 – Roda de saberes – “As ervas, a terra e a ancestralidade quilombola”
18h – Roda de griôs: Terra de Preto Terra de Mulheres – “A história viva do Quilombo do Campinho contada por seus griôs” – participação da Editora Bantu
20h – Jongo do Quilombo do Campinho
21h – Show: Realidade Negra e Mestre Lumumba

Sexta-feira – 12 de julho

14h – Oficina de encadernação com Danielle dos Santos
16h – Roda de conversa: A Folklorização d@s Pret@os pelo e$tado com o Grupo Preta Bandêra
17h – Roda de conversa: Racismo Estrutural com Milsoul IP Afro, Poeta Cizinho Afreeka e Ocupa Alemão: Favela/Quilombo
19h – Sarau: Griotagem Encontro entre Pretas e Pretos
20h – Espetáculo: Coletivo Maremoto (RJ)
21h – Show: Thais Feijão e Banda

Sábado – dia 13 de julho

10h – Oficina Vozes Insurgentes de mulheres negras: laboratório de escrita
autobiográfica, conduzida pela Bianca Santana
13h – Roda de conversa: Raça e Gênero com Erica Malunguinho, Coletivo Articula Preta, Cassia Valle
15h – Roteiro de TBC (Turismo de Base Comunitária) pelo quilombo
16h – Oficina de Percussão com Mestre Lumumba
16h – Oficina de cestaria com artesãs locais
18h – Roda de Conversa com Mauricio Pestana e Lançamento de sua Coleção “Lendas e Deuses da Africa”
19h30 – Espetáculo: Coletivo Cor do Brasil (RJ)
20h10 – Show: Gê de Lima – “Voz e Tambor” com Participação Mestre Lumumba
21h – Show: Orquestra Mundana Refugi e Carlinhos Antunes

Domingo – dia 14 de julho

10h – Performance Travessia – Da opressão à expressão – Bárbara Santos
10h30 – Lançamento do livro “Teatro das Oprimidas” de Bárbara Santos- seguido de roda de conversa/ autógrafos com a autora
12h – Roda de Conversa – Estratégica na Comunicação com Rede Mocambos e Maria Amélia
13h – Samba com Feijoada: Grupo Boemia do Samba
16h – Show: Soul Batuque

Programação Infantil

Quinta-feira – 11 de julho

15h às 18h – Oficina de Confecção de bonecas Abayomi com a percussionista, contadora de histórias e artesã Bethânia Souza

Sexta-feira – 12 de julho

15h às 18h – Mamulengo de Si Mesmo – Teatro de Mamulengo de Ubatuba com Luciana e Oscar

Sábado – dia 13 de julho

11h às 12h – Carlos Carvalho e Xavier: Histórias e roda de conversa com o autor

Domingo – dia 14 de julho

10h às 12h – Histórias negras com Sinara Rúbia
12h às 13h – Lançamento do livro “Alafia, Princesa Guerreira”

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.