Em Porto Alegre, Coletivo promove o debate sobre Racismo e ataques aos Povos de Matriz Africana

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Nesta sexta-feira (18), às 18h30, na Faculdade de Educação (Faced) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), acontece a mesa de debates intitulada como “Racismo e Intolerância aos Povos de Matriz Africana”.

O evento é organizado pelo Coletivo Alicerce, que pretende expandir o diálogo com a comunidade acadêmica sobre o tema. A mesa terá como convidadas quatro mulheres negras que discutirão o assunto por diversos ângulos.

Uma delas é a  integrante do Alicerce, Karen Santos, Vereadora e presidente da Frente Parlamentar em Defesa dos Povos de Matriz Africana de Porto Alegre. De acordo com ela, é urgente a discussão sobre a cidade e os territórios negros.

“Porto Alegre é uma das cidades do país com maior número de territórios negros: terreiros, quilombos, clubes negros, escolas de samba, etc”, ressaltou Karen.

Para além da vereadora, participam também da mesa a socióloga Nina Fola, pesquisora sobre religiosidades afro-brasileiras na UFRGS e as Yalorixás Mãe Paty, da comunidade Vila Mapa, e Iyá Vera Soares, representante do Fosampotman.

Entre os assuntos principais do evento, está a discussão sobre o relançamento do livro racista de Edir Macedo, que busca demonizar as religiões afro-brasileiras. Além disso, surge a necessidade do debate sobre os ataques e ameaças contínuas de remoção dos moradores da Vila Cruzeiro- através das obras inacabas da Copa do Mundo. 

Para mais informações sobre os horários, local e atualizações, acesse o evento público divulgado no Facebook. Clique aqui!

APOIO-SITE-PICPAY

Luis Fernando Filho

Jornalista formado pela UFSM, militante dentro dos movimentos negros e estudantis, com experiências em veículos de comunicação independentes. Um amante do futebol e apaixonado por histórias de pessoas reais. Minha maior paixão é a reportagem.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.