Novo filme com Viola Davis conta história das Amazonas como mulheres negras guerreiras

APOIE O NOTÍCIA PRETA

The Woman King ou A mulher Rei, em português, novo filme com Viola Davis teve o trailer oficial lançado nesta quarta-feira (06) pela Sony. O filme conta a história das Agojie, um exército de mulheres negras guerreiras que foram responsáveis por defender o reino de Dahomey, na África Ocidental, no atual Benin durante os séculos 17, 18 e 19 na luta contra os colonizadores franceses.

O filme deve chegar aos cinemas em 16 de setembro, mas já é descrito por Viola Davis e pela cineasta Prince-Bythewood como um drama sem precedentes em relação à representação das mulheres negras de pele retinta no cinema. O filme pretende recuperar a história dessas guerreiras conhecidas também como Amazonas e conta a história de Nanisca, a general de um exército composto só por mulheres representadas por Davis e da filha dela Nawi, interpretada pela atriz Thuso Mbedu.

Cenas de “A mulher Rei”/ Divulgação:  SONY PICTURES ENTERTAINMENT

“Eu sabia o que isso significaria para nós como pessoas negras. Algo que nunca foi feito antes. E o que isso significaria para as mulheres negras sentadas naquele cinema. A responsabilidade é realmente alta”, contou Davis em entrevista à Vanity Fair que ainda relembrou as histórias enganosas que se espalharam sobre essas mulheres ao longo da história ocidental. “Há um livro: ‘As Amazonas da Esparta Negra’ — escrito por um homem branco. Eu tive que riscar muito porque estava cheio de comentários editoriais como: ‘Elas pareciam bestas. Elas eram feias. Elas eram masculinas’. Você tinha que peneirar tudo isso”, explicou Davis

A diretora Prince-Bythewood lembrou o esforço para colocar esta história nas telas com esse elenco majoritariamente feminino e de mulheres negras. “Leva tanto tempo para chegar a um sinal verde, especialmente para contar uma história como esta. Há tantos obstáculos – e a linha de chegada continua sendo movida” contou a cineasta que revelou ainda o que a fez persistir no projeto: “Eu apenas continuei imaginando a primeira vez que eu estaria no set, e diria ‘ação’, e olharia ao redor e estaria cercado por nós. Eu segurei esse pensamento comigo até que acontecesse”, revelou Prince-Bythewood.

Além de Viola Davis e Thuso Mbedu  que ficou conhecida por seu papel na série “The Underground Railroad”, o filme conta com as atrizes Lashana Lynch (007 – Sem Tempo Para Morrer e de Capitã América), Adrienne Warren, Sheila Atim e o ator John Boyega (Star Wars que interpreta o Rei Ghezo. Além de dirigir o filme, Gina Prince-Bythewood co-escreveu com Dana Stevens o roteiro. O novo filme com Viola Davis Viola é uma co-produção dela e do marido Julius Tennon.

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Nayara Souza

Jornalista e pesquisadora. Amefricana aprendiz de escrevivências.

5 Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.