Netflix cria cargo para maior executiva negra da história da TV americana

Pouco mais de um mês após pedir demissão da rede de televisão americana ABC, onde era presidente de entretenimento, Channing Dungey , a maior executiva negra da história da TV americana, assinou contrato com a Netflix. O cargo foi criado pela gigante do streaming especialmente para Channing que assume o posto em fevereiro. A executiva supervisionará uma grande e importante parte da programação original da Netflix.

“Sou atraída pela cultura inovadora, de risco e criativa da Netflix e pelas pessoas profundamente talentosas de lá”, disse Channing em um comunicado. “A ABC foi minha casa por quase 15 anos, representa o padrão ouro da transmissão tradicional. Agora dou meu próximo passo ao integrar o time da Netflix, a líder inigualável em streaming.”

Em maio deste ano Channing Dungey foi ovacionada pelo público e aplaudida pela crítica ao decidir cancelar a série cômica Roseanne (1988-2018), um sucesso de audiência. Isso depois que a protagonista Roseanne Barr publicou um twitter racista, no qual comparou uma conselheira do ex-presidente Obama a um macaco.

A executiva também tocará as atrações produzidas pelo casal Barack e Michelle Obama. O ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama e sua mulher fecharam um acordo com a Netflix para produzirem filmes, séries e documentários. Na ABC, Channing promoveu vários programas de sucesso, principalmente quando comandou o departamento de séries dramáticas. De lá nasceram Scandal (2012-2018) e How to Get Away with Murder, ambas feitas por Shonda Rhimes.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: