Vinheta de final de ano reúne artistas negros do Rio, São Paulo e Salvador

A primeira vinheta de final de ano do Brasil totalmente produzida, roteirizada, dirigida e editada por negros, foi lançada nessa quinta-feira (20), no canal Tela Preta Tv e ultrapassou a marca de 3.500 visualizações nas redes em menos de 12h de lançamento. A gravação conta com um elenco de mais de 200 artistas e influenciadores negros do Rio de Janeiro, São Paulo e Salvador, que uniram forças para passar uma mensagem de esperança para 2019.

Ressaltar a ancestralidade é um dos propósitos do vídeo, mostrar o respeito pelos que vieram antes, abrindo os caminhos para os mais novos. A vinheta simboliza a passagem do bastão da arte negra dos artistas mais velhos, representados pela atriz Ruth de Souza e o bailarino Rubens Barbot, para os mais novos, os que atualmente representam o teatro negro no Brasil, mas não estão no circuito midiático.

Atriz Ruth de Souza e o bailarino Rubens Barbot Foto: Divulgação

Idealizado pelo ator e ativista, Reinaldo Junior, da Confraria do Impossível, que nesta semana foi indicada em três categorias do Prêmio Shell de Teatro. Roteiro e direção geral de Licínio Januário, o Dominick de Segundo Sol. Além de passar a mensagem de esperança, o vídeo visa mostrar que todos os feitos e toda carga histórica dos mais velhos, servem de inspiração para o artistas mais novos continuarem fazendo arte.

A falta de representatividade negra também foi um incentivo para a produção, como ressalta Licínio. “Nós queremos mostrar pro mercado que nós existimos e queremos reivindicar para que o mercado abra. Se 54% da população é negra, então precisamos de mais e mais produtos com novas narrativas de protagonismo negro, protagonizadas, roteirizada, produzidas e dirigidas por nós”, frisa. Para o ator e idealizador do projeto, Reinaldo Junior, “O Mercado já estabelecido não dá conta da nossa arte, porque a nossa história vai para além do mercado. Na ausência de representatividade, a gente cria o nosso próprio mercado”, afirma.

Neste trabalho foram convocados atores e influenciadores que estão fora da mídia, com objetivo de mostrar a quantidade de talentos que estão na luta, trabalhando, mesmo sem reconhecimento da mídia. “Eles são os que mais têm feito o trabalho olho no olho com nossa comunidade e para a nossa comunidade. Nosso povo vem travando batalhas uma após a outra e a gente acredita que a que está por vir será apenas mais uma”, ressalta Licínio.

O vídeo está disponível no canal Tela Preta TV, no youtube, que na data completa um mês de existência e já atingiu a marca dos mais de 4 mil seguidores em rede social e 2,6 mil no canal . Totalmente produzido e idealizado por negros a plataforma aborda entretenimento, poder e novas narrativas com jovens, atores, produtores, diretores e profissionais técnicos do audiovisual. O número de público em pouco tempo, mostra a carência de produções negras que a população tem. “Se o mercado não fizer a gente vai fazer e vamos trazer o nosso povo para consumir os nossos produtos. A luta vai ser árdua, mas com a bênção dos nossos ancestrais nós vamos conseguir”, conclui Licínio.

FICHA TÉCNICA

Idealização: Reinaldo Júnior

Roteiro e direção geral: Licínio Januário

Realização: Tela Preta TV

Produção e Direção Musical: Pedro Lima

Arranjo: Beà

Música: Martinho da Vila

Versão : Confraria do Impossível

Vozes e Beats: André Lemos, Beà, Léo Carvalho, Cláudia Barbot, Pedro Lima, Reinaldo Júnior e Mariana Oliveira.

No Rio de Janeiro:

Direção: Licínio Januário

Produção Executiva: Licínio Januário, Mariana Oliveira e Jonathan Fontella

Direção de Fotografia: Gabriela Reis

Assistente de Fotografia: Aritson, Caio Cézar e Pedro Carneiro

Em São Paulo:

Direção: Sol Menezzes

Assistente de direção: Sydney Santiago

Direção de fotografia: Pedro Jackson

Produção: Sol Menezzes e Sidney Santiago

Assistente produção: Erica Ribeiro

Making off: Valter Rege

Em Salvador:

Direção Geral: Sérgio Laurentino, Heraldo de Deus, Djalma Calmon

Produção executiva: Vilma Martins

Participação Especial: Lindete Sousa, Jorge Washington, Raimundo Moura

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: