“Negra esquisita”: moradora de prédio de luxo agride cozinheira em SP

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Patrícia Brito Debatin, moradora de um prédio de luxo na Rua Oscar Freire, no bairro dos Jardins, zona oeste de São Paulo, agride e comete injúria racial contra a cozinheira Eliane Aparecida de Paula, que trabalhava no edifício.

As câmeras de segurança do prédio registraram as agressões. Eliane estava a trabalho no edifício e as agressões ocorreram na recepção do prédio.

“Ela virou para mim assim: ‘que negra esquisita, que mulher esquisita, o que ela está fazendo aí?’. Ela já me aborda nesse tom”, narrou Eliane em entrevista ao Jornal Nacional.

Imagens das câmeras de segurança

LEIA TAMBÉM: “Em algum momento o racismo te chama, ninguém está livre dele”, diz Taís Araújo, sobre sua personagem em ‘Medida Provisória’

Após informar à moradora que ela estava cometendo um ato de racismo, Eliane foi empurrada e decidiu ligar para a polícia. Quando Patrícia tenta retornar para o apartamento, Eliane tenta impedi-la para aguardar a chegada dos policiais e é agredida. Patrícia puxa o cabelo dela, dá joelhadas e bate a cabeça da mulher contra a parede. Elas são separadas por um funcionário do prédio.

De acordo com informações do Jornal Nacional, o caso foi registrado em 22 de outubro de 2021, mas a investigação só foi iniciada pela Polícia Civil ontem, quando o vídeo foi fornecido após uma decisão judicial.

O caso foi registrado como lesão corporal e injúria racial.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.