Em supermercado de SP, homem sobe carrinho e pede que clientes não comprem mais do que precisam: ‘O dono ficará mais rico e a gente vai morrer. A empregada que recebe só no dia 5 e não vai ter como comprar”

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Em vídeo que circula nas redes sociais, o vendedor Luciano Marcelino Camargo, pede aos clientes de um supermercado de São Paulo que não comprem mais do que precisam. O local estava lotado , o que não é recomendado, justamente, para evitar a contaminação por coronavírus, e os clientes faziam compras para estocar alimentos.

“Pessoal, com licença: vocês estão de brincadeira. Tem gente morrendo pra todo lugar, no Cachoeirinha, e vocês estão comprando coisas mais do que o excesso. Tem gente que vai receber no dia 5, vai chegar aqui pra comprar e não tem mais nada. Vamos pensar no próximo. Vão se contaminar, vão morrer todo mundo. Está cheio de carreta aí fora, o dono daqui ficará cada vez mais rico e a gente vai morrer. Não pode ter aglomeração ”, diz Luciano, que criticou a “falta de pulso” de João Doria, governador de São Paulo.

O número de mortes por coronavírus no estado de São Paulo subiu para 15 neste sábado (21) e já são 459 casos confirmados. As vítimas eram quase todas idosas, apenas uma tinha menos de 60 anos, mas apresentava comorbidades.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.