Mulher é presa em flagrante após denúncia de racismo em banco no Rio

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Maria Cristina Rodrigues dos Santos, de 53 anos, foi presa em flagrante por crime de injúria racial, na tarde desta quarta-feira (5), após ter ofendido com palavras racistas três mulheres dentro de uma agência do banco Bradesco, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. A acusada também teria feito os xingamentos na frente dos policiais.

Maria Cristina deu início às ofensas racistas após não conseguir resolver uma operação bancária e furar a fila do caixa eletrônico.

O caso aconteceu por volta das 15h quando as irmãs Fabiana Garcia e Regina Garcia estavam na agência bancária e Maria Cristina chegou, segundo as vítimas, visivelmente descontrolada. Foi então que as ofensas começaram. “Racismo é crime e ela tem que pagar pelo o que ela fez, pelas palavras que ela falou, agredindo a gente chamando de ‘negros’, dizendo que ‘negro quando não caga na entrada, caga na saída’. Isso não vai ficar assim“, disseram as irmãs em um vídeo gravado já na delegacia. 

 Maria Cristina começou a xingar as clientes negras após não ter conseguido resolver uma operação bancária e furar a fila do caixa

Leia também: Norte-americano vítima de racismo dá soco em turista alemão em hotel de luxo no Rio

As irmãs chamaram o segurança, que acionou os policiais do 31º BPM (Recreio dos Bandeirantes). Segundo elas, Maria Cristina se recusou a ser levada para a delegacia e seguiu com as ofensas na frente dos PMs.

De acordo com o delegado Leandro Gontijo, da 16ª DP (Barra da Tijuca), Maria Cristina foi levada à delegacia por policiais militares e presa em flagrante pelo crime de injúria por preconceito. “O STJ definiu que não cabe fiança, então foi lavrado como prisão em flagrante. Informalmente, ela confessou que proferiu injúrias raciais nos termos em que as vítimas falaram. As vítimas foram ouvidas separadamente e foram depoimentos bem coerentes. O delegado adjunto William Bezerra não hesitou em aplicar a lei”.

A audiência de custódia está prevista para acontecer nesta sexta-feira (07) a partir das 13h.

Em nota, o Bradesco disse que repudia qualquer tipo de racismo, intolerância ou preconceito.

APOIO-SITE-PICPAY

1 Comment

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.