Médica é afastada após impedir criança de 3 anos de entrar em consultório com a mãe

APOIE O NOTÍCIA PRETA

A Prefeitura de Santa Luzia afastou a médica que teria se recusado a atender uma mãe com duas crianças na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) São Benedito, em Santa Luzia, na região Metropolitana de Belo Horizonte. Imagens que circulam nas redes sociais mostram a pediatra deixando o menino de três anos sozinho no corredor da Unidade Básica de Saúde enquanto realiza o atendimento do irmão da criança em uma sala. As imagens foram registradas na última terça-feira (04).

Nas imagens é possível acompanhar o momento em que a porta é fechada no rosto da criança pela médica.

Em um trecho do vídeo, um morador indignado com a situação afirma: “O que acontece é que a mãe tem dois filhos e a médica não quer atender as crianças ao mesmo tempo. Aí ela obriga a mãe a deixar o filho para o lado de fora, no corredor, sozinha e fecha a porta na cara do menino. Que médica é essa?”.

Leia também: Vacinação para crianças começa na segunda quinzena de janeiro, afirma Ministério da Saúde

A prefeitura de Santa Luzia disse que repudia a atitude da profissional e que não “condiz com as diretrizes estabelecidas para atendimento ao público”.  

“As imagens foram registradas no ato do fato, durante o plantão noturno de ontem. A mãe chegou com os dois filhos, um de dois anos e o outro de três anos, que foram atendidos. A médica atuava na Unidade de Saúde há mais de 15 anos e o fato não comprometeu o atendimento”, diz a nota.  

O caso será investigado pela secretaria municipal de Saúde.  

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.