Homem é assassinado na linha amarela e moradores fazem protesto

APOIE O NOTÍCIA PRETA

A família de Marcelo Guimarães acusa Polícia Militar pelo crime

Vídeo mostra protesto de moradores da Cidade de Deus – Reprodução

Um homem foi morto na manhã desta segunda-feira (04) no viaduto que dá acesso à Linha Amarela, na Cidade de Deus, em Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio de Janeiro. No início da tarde, moradores fecharam a Linha Amarela por meia hora em protesto pela morte do morador. 

Segundo a página CDD Acontece, Marcelo Guimarães havia deixado o filho na creche e estava se dirigindo ao trabalho quando foi atingido, por volta das 8h30. Uma testemunha registrou a chegada dos policiais logo depois.

Carine Guimarães, irmã de Marcelo, em entrevista ao G1, disse que ele trabalhava em uma marmoraria e estava indo para o trabalho. “Meu irmão estava indo trabalhar, está até com a bota do trabalho. Tá jogado igual a um marginal, um pai de dois filhos”, lamentou a irmã.

Versão da Polícia

A PM alega que os agentes foram atacados por traficantes e revidaram. No entanto, a viúva de Marcelo, Carla Roberta da Silva Cruz, contesta a versão da PM. “Foram os policiais que tiraram a vida do meu marido. Isso eu sei porque não teve confronto na Cidade de Deus. Infelizmente eu cheguei lá e meu marido estava no chão”, desabafou. 

Muito emocionada, Carla ressaltou que o marido era uma pessoa equilibrada e que não gostava nem de beber. Ela enfatizou também que exige justiça e que não seja mais um caso que a impunidade vença. “Ele não era bandido, não gostava nem de cigarro, de beber. Trabalha há mais de 20 anos com mármore. Tiro no peito, meu Deus do céu, tiro no peito (…) Só quero justiça, só isso que eu quero. Eu não sei o que eu vou falar pro meu filhinho de cinco, falar que o pai dele foi viajar pra muito longe, nunca mais vai voltar”, finalizou. 

APOIO-SITE-PICPAY

Igor Rocha

Igor Rocha é jornalista, nascido e criado no Cantinho do Céu, com ampla experiência em assessoria de comunicação e escritor nas horas vagas. Editor e coordenador regional do Notícia Preta

1 Comment

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.