Times se solidarizam com Gerson, do Flamengo, após caso de injúria racial

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Neste domingo (20), no jogo Flamengo x Bahia no Maracanã, pela 26ª rodada do Brasileirão o volante Gerson, do Flamengo, acusou o meia colombiano Ramirez, do Bahia, de injúria racial, na vitória rubro-negra por 4 a 3. O volante também discutiu com o técnico Mano Menezes por causa do episódio. O lance ocorreu após um gol do Bahia. 

Por meio das redes sociais, os clubes publicaram que a luta contra o racismo está acima de qualquer rivalidade.

Em entrevista após a partida, Gerson disse ter ouvido “Cala a boca, negro“, do meia adversário: “Tenho vários jogos pelo profissional e nunca vim na imprensa falar nada porque nunca tinha sofrido preconceito, nem sido vítima nenhuma vez. O Ramirez, quando tomamos acho que o segundo gol, o Bruno fingiu que ia chutar a bola e ele reclamou com o Bruno. Eu fui falar com ele e ele falou bem assim para mim: “Cala a boca, negro”. Eu nunca falei nada disso, porque nunca sofri. Mas isso aí eu não aceito“, disse.

O técnico Mano Menzes defendeu o colombiano e os microfones da transmissão captaram ele dizendo que meia era “novo e ia aprender” e também reprovando a atitude.

O Mano precisa aprender a respeitar as pessoas“, declarou Gerson, que mandou o técnico “fazer o seu trabalho“.

A arbitragem não flagrou o lance.

APOIO-SITE-PICPAY

Thais Bernardes

Formada em jornalismo pelo Institut français de Presse-Université Panthéon-Assas, em Paris e com especialização em audiovisual pelo Institut Pratique de Journalisme (IPJ), também na França, Thais Bernardes é jornalista, assessora de imprensa e idealizadora do portal Notícia Preta, um site de jornalismo colaborativo. Antes de concluir seus estudos na Europa, Thais cursou Relações Públicas na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), onde ingressou através do sistema de cotas. Após atuar como produtora no canal de TV France 2, em Paris, foi repórter no Jornal Extra, na rádio BandNewsFM e coordenadora de Comunicação da Secretaria de Estado de Direitos Humanos do Rio. Em novembro de 2018 a jornalista decidiu criar o portal Notícia Preta como forma de combater, através do jornalismo, o racismo e as desigualdades sociais.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.