Estudante negro é obrigado a entrar em armário cheio de cascas de banana

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Um estudante negro de Moline, em Illinois (EUA), foi obrigado a entrar em um armário cheio de cascas de banana. O caso veio a publico depois da veiculação de um vídeo, que já possui mais de 17 mil visualizações, e mostra o estudante, que faz parte do time de futebol americano da escola, sofrendo o que, nas palavras do chefe de polícia, Darren Gault, é uma “cena racista perturbadora”. Em determinado momento do vídeo, um dos alunos diz à vítima “Vou quebrar seus joelhos”, caso ele não entrasse no armário. Os outros estudantes aplaudem e dão risadas.

O estudante vítima de racismo não foi identificado e a procuradora do estado de Rock Island County, Dora Villarrea, solicitou ao público que parem de compartilhar as imagens e respeitem a privacidade do aluno. Ela disse também que o caso foi encaminhado à divisão juvenil do escritório. Clique aqui e assista o vídeo

Leia também: Após usar macacos em campanha antirracista no futebol italiano, autor pede ‘desculpas àqueles que ofendi’

A superintendente escolar Dra. Rachel Savage, disse que a escola está conduzindo uma investigação interna, que não pode ser revelada com detalhes pois os alunos envolvidos são menores de idade, sendo assim, protegidos por lei federal. Por mais que haja falta de detalhes, “isso não deve ser mal interpretado ou confundido com falta de ação”, disse Savage.  

Na segunda-feira (12) o estudante disse ao Ministério Público do Condado de Rock Island, em uma declaração, que conversou com os envolvidos e eles se desculparam, “tivemos uma conversa sincera sobre isso e eu disse a eles como me sentia”, disse ele. O estudante ainda falou que está bem, “todos estão preocupados comigo [..] e eu realmente aprecio isso. Segundo, vocês podem parar de falar sobre o incidente e o vídeo? Entendo que todos querem justiça para mim e querem que seja feito o que acham que é certo, mas já manifestei meus sentimentos à polícia e aos meus amigos sobre como me sinto a respeito de tudo”, finalizou.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.