Atleta é vítima de insultos racistas no Campeonato Gaúcho e reage: “Orgulho de ser negro”

APOIE O NOTÍCIA PRETA
Tilica foi vítima de ataques racistas na partida contra a equipe do São Luiz – Foto: Divulgação

O jogo entre São Luiz e Caxias, pelo segundo turno do Campeonato Gaúcho, nessa segunda-feira (9), foi marcado por mais um caso de injúria racial. A vítima das ofensas foi o atleta Tilica, do time da Serra.

A partida, jogada no estádio 19 de outubro, em Ijuí, teve a triste nota em relação ao caso de racismo no gramado.Já no final do segundo tempo, quando o São Luiz perdia o jogo, um torcedor do time nas arquibancadas  foi flagrado chamando Tilica de “macaco”. Assim que os insultos racistas foram flagrados pela arbitragem do jogo, a partida foi paralisada por alguns minutos até que o agressor fosse identificado.
Segundo relatos dos torcedores presente no estádio, o torcedor teria fugido assim que a Polícia entrou no estádio para identificar quem insultou o atleta do Caxias.

A noite de segunda-feira acabou com dupla derrota do time de Ijuí, que, além de ter o torcedor insultando racialmente o adversário, também perdeu dentro dos gramados. O jogo terminou em 2 a 1 para o Caxias, campeão gaúcho do primeiro turno e que venceu o Grêmio na final.

O que disse Tilica
“Quem me conhece sabe que não gosto de causar polêmica, nem de chamar atenção por algo que não seja o meu futebol. Futebol que é o meu sonho de criança. que me fez sair de casa com oito anos para correr atrás desse sonho, que é minha motivação diária. Mas hoje não posso me calar diante da situação que vivi dentro de campo, fazendo aquilo que mais amo. Fui chamado de MACACO e cuspido por um torcedor adversário. Até quanto isso vai continuar acontecendo? Até quando seremos discriminados pela cor da nossa pele? Racismo é nojento, é desumano. É digno de pena! Tenho muito orgulho de ser quem eu sou, tenho muito orgulho de ser NEGRO! Agradeço a todos pelas mensagens de força”, escreveu.

APOIO-SITE-PICPAY

Luis Fernando Filho

Jornalista formado pela UFSM, militante dentro dos movimentos negros e estudantis, com experiências em veículos de comunicação independentes. Um amante do futebol e apaixonado por histórias de pessoas reais. Minha maior paixão é a reportagem.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.