Artistas mineiras montam coletivo que reúne composições de autoras negras

Cinco mulheres negras integram o Coletivo Negras Autoras. As artistas mineiras, Elisa de Sena, Júlia Tizumba, Manu Ranilla, Nath Rodrigues e Vi Coelho usam composições autorais em suas apresentações, que misturam música e teatro, com foco na autoralidade.

A atriz e cantora Júlia Tizumba, explica que a finalidade do ‘Negras Autoras’ é representar histórias de mulheres negras: “Nosso objetivo é sermos autoras da nossa própria história. Historicamente, no Brasil, a mulher negra sempre foi silenciada e invisibilizada. Somos vítimas de dupla opressão: machismo e racismo. E o Coletivo Negras Autoras nasce para dizer que estamos aqui, vivas, resistindo, contando as nossas histórias a partir de nossa perspectiva, saindo do lugar de objeto para sujeitas do discurso, sendo autoras e protagonistas de nossas vivências e de nossa arte. A arte é o nosso ganha pão e é também ferramenta de luta”.

Artistas Elisa de Sena, Júlia Dias, Manu Ranilla, Nath Rodrigues e Vi Coelho Foto: paulo Abreu

A ideia de criar um grupo que reunisse textos e composições de autoras negras partiu da e ex-integrante Eneida Baraúna. Em quatros anos, as artistas se apresentaram em Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo, com os espetáculos NEGRAS e ERAS.

Com o propósito de unir obras de outras artistas negras, recentemente o Coletivo Negras Autoras estreou um novo projeto, a Mostra Negras Autoras. “O objetivo da Mostra é criar espaços para que a arte-negra-feminina-autoral se mostre. Para além de nosso próprio trabalho, existem muitas outras negras autoras espalhadas por esse Brasil e a ideia é nos aquilombarmos, porque juntas somos muito mais fortes”, conta Júlia.

Louise Freire

Jornalista e apaixonada por livros. Concluiu sua graduação em 2016 e no mesmo ano estagiou em uma revista. Participou da produção de um programa da TV Brasil e trabalhou como produtora audiovisual.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: