Após 30 anos, capital da Somália tem sessão de cinema

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Depois de 30 anos sem sessão de exibição de filmes em uma sala de cinema, a cidade de Mogadíscio, capital da Somália, tem sua primeira apresentação de filme. A capital do país africano já teve muitos cinemas espalhados por seus bairros, porém devido a Guerra Civil em 1991, tiveram que ser fechados. O evento ocorreu no Teatro Nacional da Somália e teve a exibição das obras “Hoos” e “Date from Hell”, do diretor somali IBrahim CM.

Foto: Profimedia Images

O preço dos ingressos foi de €$8,50, o que seria na cotação atual da moeda brasileira de R$52,73, um preço elevado para muitos habitantes de Mogadíscio, que não tem um salário mínimo, e 71% está dentro da taxa de pobreza internacional, segundo o Banco Central Internacional.

Leia também: Países do continente africano negociam fabricação de vacinas contra Covid com investidores

O Teatro Nacional da Somália foi reaberto em 2012, porém, logo depois sofreu um atentado terrorista do Al Shabab, milícia islâmica ligada à Al Qaeda. O grupo foi expulso da cidade há dez anos e hoje se encontram presentes somente nas zonas rurais da cidade.

Para Abdikadir Abdi Yusuf, organizador da ação em que as obras foram exibidas, a reabertura da sala é importante para história do país. “Será uma noite histórica para os somalis”. Uma mãe foi entrevistada pela Agência France-Presse (AFP) e disse que “as pessoas saíam à noite e ficavam até tarde se quisessem, mas agora não acho muito seguro”, comentou. Apesar destes receios, não foi identificado nenhum incidente de segurança na cidade e no evento.

APOIE O NOTÍCIA PRETA

4 Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.