“Você, que é dessa cor, tem que fazer comigo”: motorista de aplicativo é preso por racismo e tentativa de estupro

APOIE O NOTÍCIA PRETA
O motorista foi levado à delegacia e preso após ser reconhecido pela vítima (Foto: Divulgação)

Uma passageira de 15 anos que viajava com a filha de quatro meses num carro de aplicativo de transporte foi vítima de tentativa de estupro e de racismo em Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá, no Mato Grosso, na noite da última quarta-feira (11). O motorista foi preso.

De acordo com a polícia militar, a adolescente contou que foi assediada sexualmente e que o homem afirmava que “você, que é dessa cor, tem que fazer comigo” e “com esta cor, você deve saber de muita coisa”. A passageira embarcou no bairro Água Vermelha e percebeu que o suspeito desviou do trajeto. Em dado momento, ele mostrou as partes íntimas para a vítima, que estava no banco de trás com a filha no colo.

Quando chegou ao destino final, a adolescente chamou o namorado, que ligou para a polícia. Os agentes localizaram o veículo no bairro Cristo Rei e detiveram o suspeito. Após o reconhecimento da vítima, o homem, de 37 anos, foi preso.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.