Sindicato dos Trabalhadores Domésticos do RJ pede que empregadores dispensem suas funcionárias mas que pagamentos não sejam suspensos

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Pensando na saúde das trabalhadoras e trabalhadores domésticos em tempos de Coronavirus, a presidenta do Sindicato dos Trabalhadores Domésticos do município do Rio de Janeiro, Maria Izabel Monteiro, divulgou um vídeo nas redes sociais pedindo que os empregadores dispensem seus funcionários, mas sem descontar os dias não trabalhados. Diversas empresas tomaram medidas semelhantes esta semana em razão da epidemia do novo coronavírus.

“Peço a colaboração de todos os empregadores para que, nesta semana por conta do coronavírus, dispensem suas empregadas, empregados e diaristas de suas residências. Mas que também não deixem de remunera-los esses dias de trabalho, inclusive as diaristas”, pediu Maria Izabel. E completou: “Sabemos que se esta categoria for contaminada pelo coronavírus, a demanda do SUS e das redes privadas não terá condições de atender o número da população contaminada por este vírus”.

Na semana passada a coluna do jornalista Lauro Jardim, do O Globo, divulgou que um casal de empresários da zona sul carioca que está de quarentena após testarem positivo para o novo coronavírus, mantinha a empregada doméstica trabalhando normalmente no apartamento. Contrariando todas as recomendações de segurança, a trabalhadora não foi dispensada e permanece no apartamento trabalhando de avental, luvas e máscara.

O casal de empregadores, que não teve o nome divulgado é um empresário carioca de 72 anos que foi confirmado como o primeiro caso de transmissão local de coronavírus — ou seja, um paciente que não esteve em países com transmissão comunitária, e sua esposa de 68 anos. A mulher também foi contaminada pelo coronavírus.

APOIO-SITE-PICPAY

Thais Bernardes

Formada em jornalismo pelo Institut français de Presse-Université Panthéon-Assas, em Paris e pelo Institut Pratique de Journalisme (IPJ), também na França, Thais Bernardes é jornalista, fundadora e CEO do portal Notícia Preta e podcaster do Canal Futura. Antes de concluir seus estudos na Europa, Thais cursou Relações Públicas na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), onde ingressou através do sistema de cotas. Após atuar como produtora no canal de TV France 2, em Paris, foi repórter no Jornal Extra, na rádio BandNewsFM e coordenadora de Comunicação da Secretaria de Estado de Direitos Humanos do Rio. Em novembro de 2018 a jornalista decidiu criar o portal Notícia Preta como forma de combater, através do jornalismo, o racismo e as desigualdades sociais.

2 Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.